Autores de fanfics se tornando... Autores?

A revista Época traz uma reportagem sobre jovens autores que começaram acompanhando best-sellers como Harry Potter e a franquia Crepúsculo. Já começaram mal, mas enfim...




A idéia é que se qualquer editor quiser repetir o êxito comercial de qualquer um desses autores, basta ele procurar algum iniciante que siga a mesma linha. Ou seja, vampiros adolescentes fazem sucesso? Troque caninos por asas e repita a mesma linha mamão-com-açúcar e você terá o romance Halo, best-seller para o público juvenil. E será que isso é ruim?



Dá para cagar um monte de regra a respeito disso, mas o crítico norte-americano Harold Bloom e outros estudiosos de literatura já falaram demais sobre o valor da originalidade. Basta lembrar que somos nerds. Vivemos em um mundo onde adoramos franquias de filmes massa, véio e sequências que usem e abusem de personagens clássicos, certo? Este é o mundo onde até mesmo crossovers já se firmaram como filão. Na teoria, adoramos esse tipo de coisa.



Minha ex-professora Renata Catanhede escreveu Guerreiros de Darinka, após anos como uma fã de tudo o que Tolkien escreveu. Assim como Eduardo Spohr e Raphael Draccon, vai uma diferença enorme entre ir na onda do filão e falar com um público-alvo carente de lançamentos. Pra mim pelo menos, há uma diferença entre esses dois tipos de escritores.



E para vocês?




Bugman nunca escreveu uma fanfic

FONTE: INTERNEY NET

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

COMO CONVERTER CRUZADOS EM REAIS?

CRIE CURSO ONLINE

MODELO DE AVISO DE MUDANÇA DE ENDEREÇO