Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2011

MANUAL DE INTERROGATÓRIO – AULA 11

CONTROLE E TRATAMENTO DE PRISIONEIROS

a. Introdução


O correto manuseio e questionário inicial de prisioneiros terá como

objetivos:

1) assegurar o cumprimento das prescrições governamentais quanto ao tratamento dos prisioneiros;

2) extrair alguma informação de valor tático imediato, a qual perderá oportunidade se obtida com retardo, até que se disponha de um interrogador especializado;

3) assegurar o encaminhamento do prisioneiro à autoridade responsável por sua custódia, em condições (física e de oportunidade) de conduzir ao sucesso do interrogatório.



b.A Convenção de Genebra

1) Os princípios básicos, para o tratamento de pessoas sob prisão ou detenção, durante as operações de segurança interna, estão contidos no Artigo


3 da “Convenção de Genebra, relativa ao Tratamento de Prisioneiros de Guerra”.


Estes princípios devem ser observados.

a) Pessoas que não estão tomando arte ativa nas hostilidades, inclusive os membros das Forças Armadas que abandonaram as suas armas e aqueles postos fora de comb…

GESTÃO PRIVADA DE AEROPORTOS AQUECERÁ COMÉRCIOS E SERVIÇOS

Além de aeroportuários, expansão deve gerar empregos também nas atividades complementares

iG São Paulo | 30/06/2011 05:58

A Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas em 2016, no Rio de Janeiro, deixaram a discussão sobre a estrutura aeroportuária no Brasil ainda mais evidente. O tema passou a ter um novo capítulo no mês de março, quando a presidente Dilma Roussef criou a Secretária de Aviação Civil para tornar os aeroportos capazes de atender a demanda em alta.

Copa e Olimpíadas devem estimular a geração de empregos em atividades complementares

Com a nova orientação do governo, parte dos terminais aeroportuários que hoje são administrados pela Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero), deverão passar a ser administrados por empresas privadas. A concessão, além de ajudar na melhoria dos serviços, pode ser uma grande forma de gerar empregos, acredita Apostole Lazaro Chryssafidis, presidente da Associação Brasileira das Empresas de Transporte Aéreo Regional (Abetar).
“A gestã…

MANUAL DE INTERROGATÓRIO – AULA 10

Atualização e Relatórios


Muitos órgãos do Governo, além da polícia e das FFAA, podem estar interessados na obtenção de informações através de interrogatórios.

Essas necessidades, para isso, devem ser transmitidas aos interrogadores em ordem de prioridade.

Da mesma maneira, os interrogadores devem estar alertados de que seus relatórios poderão ser enviados a agências não militares e, em conseqüência, devem evitar o uso de terminologias e abreviaturas militares, não familiares para aqueles órgãos.

HOMENS MAIS RICOS DO MUNDO NEGOCIAM FUSÃO DO CARREFOUR NO BRASIL

Arnault, do Carrefour, Diniz, do Pão de Açúcar, e Esteves, do BTG, figuram na lista da Forbes

Claudia Facchini, iG São Paulo | 29/06/2011 05:00

Bernard Arnault, acionista do Carrefour, assiste à partida de tênis em Roland Garos, ao lado de seu filho, Antoine, no dia 25 de junho
Jatinhos, bolsas Louis Vuitton e Paris como pano de fundo. Precisa mais? As negociações envolvendo a fusão das operações do Carrefour com o Grupo Pão de Açúcar no Brasil mobilizam três dos homens mais ricos do mundo, cujas fortunas pessoais totalizam quase US$ 50 bilhões (R$ 78,3 bilhões).
Entre as partes envolvidas, só as famílias controladoras do Casino, que se sentem prejudicadas por seu sócio no Brasil, Abilio Diniz, não figuram na lista dos maiores bilionários do mundo da Forbes.
As ações do Casino tiveram forte queda com o anúncio sobre a fusão proposta entre o Pão de Açúcar e o Carrefour, cujas ações, ao contrário se valorizaram na segunda-feira. O Casino é controlado por Jean-Charles Noauri e a família Guich…

MANUAL DE INTERROGATÓRIO – AULA 9

Fatores Legais

Os seguintes fatores legais devem ser considerados:



1) As informações obtidas em interrogatório não terão validade nos tribunais, caso haja evidências de que foram obtidas através de coação. Se um indivíduo vai ser processado, deve, em primeiro lugar, ser manipulado por criminologistas ou elementos fadados da polícia, isto é, ele só prestará depoimento depois de advertido de sua situação.

Este procedimento retardará e pode inibir o sucesso do interrogatório.

Em conseqüência, deve ser decidido pelo Governo qual a prioridade a ser dada à utilização dos elementos capturados ou presos, isto é, se dirigida ao processamento judicial, ou se voltada para os interesses das Informações. (Se o prisioneiro tiver de ser apresentado a um tribunal para julgamento, tem de ser tratado de forma a não apresentar evidências de ter sofrido coação em suas confissões. Por outro lado, a lei limita o prazo de incomunicabilidade do prisioneiro).






2) Pode haver um limite de tempo dentro do qual os pr…

Confira o curso indicado para cada época da carreira

Profissionais devem continuar se atualizando sempre, mas para cada momento há uma qualificação necessária


Patrícia Lucena, iG São Paulo 28/06/2011 05:58



Depois de formado, é fundamental que o profissional continue se especializando em busca de uma carreira de sucesso. Mas para cada época há um curso indicado. Não adianta, por exemplo, fazer uma pós-graduação meses após ter saído da faculdade. "Nesse momento, o profissional deve se focar na experiência. Ele precisa da prática", destaca André Saito, diretor de educação da Sociedade Brasileira de Gestão de Conhecimento (SBGC).




Cursos devem acompanhar o momento da carreira



Leia também:

Curso rápido pode ser diferencial no início da vida profissional

Férias podem ser opção para investir na

Especial: guia do MBA

Siga o iG Carreiras no Twitter



Confira qual o curso indicado para cada momento da sua carreira:





Logo depois de formado

O profissional pode fazer cursos mais técnicos voltados para sua atividade. "Fazer uma pós não irá aj…

CINCO MITOS E VERDADES NA SELEÇÃO DE EMPREGO

Expert em recrutamento aponta o que é lenda e o que se deve levar em conta sobre o que dizem das dinâmicas de grupo

iG São Paulo | 27/06/2011 05:38

Você foi chamado para seguir adiante em um processo de seleção de estágio ou trainee e sempre vem algum amigo ou parente orientar sobre como deve ser sua postura nas etapas de dinâmica de grupo e entrevista. Já os recrutadores dizem que você deve ser você mesmo, sem maquiar a forma de falar e de participar das atividades propostas. Todos querem ajudar, mas o candidato acaba ficando com mais dúvidas. Deve falar primeiro? Pode cruzar os braços? Mesmo sendo tímido, deve parecer mais extrovertido? O iG Estágio e Trainee falou com a expert em processos de seleção, a consultora Marilda Leite, especialista da Cia. de Talentos, para saber o que é verdade e o que não passa de mito nesses recrutamentos. Apesar de dizer que são muitas as confusões nesse campo, ela listou as cinco mais comuns. Conheça também o que as empresas mais procuram nos candidato…

O SEGREDO PARA A WHIRLPOOL CRESCER VEM DA INOVAÇÃO

Inovar é um processo que requer mais do que criatividade; empresa faturou R$ 5,7 bilhões com novos eletrodomésticos
Marina Gazzoni, enviada a Benton Harbor (EUA) | 27/06/2011 05:08
A busca por tendências e a tentativa de antecipar o que será o próximo objeto de desejo dos consumidores se tornou uma obsessão dentro da Whirlpool de dez anos para cá. A razão disso pode ser expressa em números: mais de 20% da receita da companhia veio de produtos inovadores em 2010, um montante de R$ 5,7 bilhões (US$ 3,6 bilhões). No Brasil, a Whirlpool é dona das marcas Consul e Brastemp.
A grande guinada da empresa no rumo da inovação foi há dez anos. A companhia reuniu 75 funcionários de diferentes países e áreas de atuação para um treinamento sobre geração de idéias e lançamentos de produtos. Batizados de I-mentors (mentores da inovação), eles definiram palavras-chaves, que representam as tendências que a companhia deve perseguir.

Leia mais sobre a Whirlpool:
Apple é referência para novos eletrodomésticos
W…

MANUAL DE INTERROGATÓRIO – AULA 8

Interrogatório em Operações de Segurança Interna

1) Em uma operação de segurança interna os interrogadores podem defrontar-se com uma grande variedade de prisioneiros, desde os integrantes de organizações estudantis de propaganda até de grupos terroristas, ou organizações pára-militares.


2) Os prisioneiros estarão normalmente sob controle policial e os interrogadores atuarão em conjunto com ou como parte do Sistema de Informações. Para atender o problema de maneira ideal, devem ser organizados centros e equipes de interrogatórios nas áreas.


3) A liberdade de atuação dos interrogadores deverá estar subordinada ao prescrito em leis e regulamentos, e delimitada por diretrizes emanadas das autoridades responsáveis pela Segurança Interna.


4) Diferentemente dos interrogatórios durante as operações militares, os relativos às operações de segurança interna são, normalmente, divididos em duas fases:


- questionário inicial; e


- interrogatório detalhado no Centro de Interrogatório da área.


5) Questioná…

GELADEIRA COM CARA DE IPAD

Na área de inovação, produtos da Apple são referência para os eletrodomésticos da Whirlpool, a dona das marcas Brastemp e Cônsul

Marina Gazzoni, enviada a Benton Harbor (EUA) | 26/06/2011 05:12

As novidades trazidas pelos tablets e smartphones devem chegar também aos eletrodomésticos. Os produtos da Apple, como o iPad e o iPhone, estão entre as referências da equipe que desenvolve os lançamentos da Whirlpool, a empresa americana dona das marcas brasileiras Brastemp e Consul.


Leia mais sobre a Whirlpool:
Whirlpool acusa LG e Samsung de prática ilegal de 'dumping'
Whirlpool pesquisa hábitos de consumo e lança 200 itens em 2010
Queixa contra Brastemp mostra o poder das redes sociais


O uso de tecnologias até pouco tempo restritas aos eletroeletrônicos, como tela de LCD, controle “touch screen” e entrada USB, será cada vez mais comum em geladeiras e máquinas de lavar.
“Não podemos oferecer uma caixa, os consumidores querem eletrodomésticos mais tecnológicos”, diz Richard Gresens, diretor …

MANUAL DE INTERROGATÓRIO – AULA 7

Interrogatório em Operações Militares


1) Há quatro fases de um interrogatório a saber:


- questionário tático;


- interrogatório primário;


- interrogatório secundário; e


- interrogatório detalhado.


a. Questionário Tático. É o interrogatório imediato levado a efeito pelas unidades, logo após a prisão. Deve ser limitado, apenas, à identificação do prisioneiro e às informações de valor tático imediato para o prosseguimento das operações. A equipe deve preparar um relatório de captura e encaminhá-lo, de imediato, ao escalão superior, junto com o prisioneiro.


b. Interrogatório Primário. É o interrogatório levado a efeito por investigadores treinados do escalão superior, no nível Brigada. Este trabalho poderá contar com o esforço de equipes especializadas (do Serviço de Interrogatório das FFAA) destacadas pelo escalão superior. O interrogatório, durante esta fase, deve ser reduzido às imediatas exigências do nível considerado e completado dentro de 12 horas após a captura. A seleção para interrogató…

MANUAL DE INTERROGATÓRIO – AULA 6

Segurança


As informações obtidas de um interrogatório devem ser manipuladas com cuidado e classificadas como sigilosas (reservada, confidencial ou grau mais alto). Estas precauções são necessárias para proteger as fontes e evitar prejuízos futuros para as mesmas.

PATRÕES PREVEEM "RUÍNA FINANCEIRA" SE STF MUDAR AVISO PRÉVIO

Na quarta, STF julgou procedente pedidos de ex-funcionários da Vale que querem receber pagamento proporcional ao tempo de serviço




AE 24/06/2011 09:08



A decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de fixar uma fórmula de pagamento de aviso prévio proporcional ao tempo de trabalho para as pessoas que forem demitidas sem justa causa desagradou a representantes do setor privado. Empresários alegam que a medida vai elevar os custos e poderá levar as companhias à "ruína financeira".



"Acompanhamos o julgamento com preocupação porque, se aumentar esse custo para o empregador, pode inviabilizar os negócios principalmente das pequenas empresas", alega o superintende e gerente jurídico da Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL), André Pellizzaro.



Na quarta-feira, o STF julgou procedente os pedidos de quatro ex-funcionários da mineradora Vale que desejam receber um pagamento proporcional ao tempo de trabalho na empresa. No entanto, os ministros do Supremo não chegar…

MANUAL DE INTERROGATÓRIO – AULA 5

Métodos de obtenção de informações


1) Há três método básicos para se obter informações de um indivíduo:


- Pelo interrogatório direto;


- Pela monitoração; e


- Pelo uso de informantes nas celas.






2) O interrogatório direto é o único desses que pode ser usado independentemente, enquanto que os outros dois métodos tem de ser usados conjugados com o primeiro.

“PROBLEMAS DO GOOGLE SÃO INTERNOS, NÃO CONCORRÊNCIA”, DIZ EX-CEO

Eric Schmidt reconhece falhas, indica futuro da empresa e brinca com celulares que tocam na plateia, durante palestra em Cannes



Pedro Carvalho, enviado a Cannes 22/06/2011 10:40


O ex-CEO e presidente do conselho executivo do Google, Eric Schmidt, fez nesta quarta-feira uma das palestras mais concorridas do festival de publicidade de Cannes. Num evento que trouxe ao palco estrelas como Nick Jonas e Jesse Eisemberg, talvez nenhuma fila nos corredores do Palais du Festivals tenha sido maior do que a formada para ver o executivo. Eric, que foi eleito a personalidade de mídia do ano em Cannes, não desapontou e fez declarações relevantes, além de divertir a audiência diversas vezes com suas respostas.


Schmidt: preocupação em mostrar que não abusa da privacidade e elogios a concorrentes

Schmidt deixou a impressão de que as apostas do Google para o futuro da empresa são mesmo aquelas que especialistas do meio digital têm apontado – como o sistema de venda e pagamento via celular, a reformulaçã…

MANUAL DE INTERROGATÓRIO – AULA 4

GENERALIDADES


a. Tipos de Prisioneiros em Operações Militares



Há três tipos de indivíduos que apresentam problemas para o interrogador:


1) O Prisioneiro de Guerra. Normalmente, um soldado é treinado para informar, somente, seu número, posto (ou graduação), nome e data de nascimento. Mesmo se ele falar, isto não alterará sua situação de PG. O problema do interrogador é fazê-lo falar.


2) O Suspeito. O suspeito está numa posição diferente de um prisioneiro de guerra. Ele foi selecionado para interrogatório em virtude de algo que se conhece a seu respeito ou de alguma coisa que haja praticado. Se ele puder convencer o interrogador de sua inocência, será libertado. O problema do interrogador é fazê-lo falar a verdade.

3) O Desertor ou Refugiado. O desertor (ou refugiado), normalmente, contará um estória muito colorida porque quer causar boa impressão, ou porque queira melhorar suas chances de começar uma vida nova. O problema é separar informações verídicas dos exageros e das invencionices. (Ob…

MANUAL DE INTERROGATÓRIO – AULA 3

DEFINIÇÕES


a. Há muita confusão quanto ao significado dos termos LAVAGEM CEREBRAL e DOUTRINAÇÃO e seu relacionamento com o interrogatório. As


seguintes definições devem ser, portanto, bem entendidas.

1) Lavagem Cerebral – “É a limpeza da mente de todas as idéias anteriores, por uma persistente e intensiva pressão psicológica, que culmina pela substituição daquelas idéias por outras, normalmente, com a finalidade de tornar o indivíduo dócil e desejoso de confessar crimes imaginários em um julgamento público”. O mais conhecido exemplo desse processo, nos recentes anos, foi o caso do cardeal húngaro MINDSZENSKY.

2) Doutrinação– “Inocular com uma doutrina, idéia ou opinião”. A doutrinação de prisioneiros de guerra tem sido levada a efeito, em vários níveis, pelos norte-coreanos e chineses, com o pessoal que aprisionaram durante a guerra coreana, numa tentativa de convertê-los ao comunismo.

3) Interrogatório – “É a extração sistemática de informações de um indivíduo”.



b. Torna-se patente, dessas…

CURRÍCULO NA INTERNET EXIGE OBJETIVIDADE

Para especialistas, profissional deve ser direto e utilizar palavras chave para facilitar a busca

Patrícia Lucena, iG São Paulo | 22/06/2011 05:58

É comum ouvir de recrutadores que para cada vaga o profissional deve elaborar um currículo específico e direcionado. No entanto, com o crescimento das redes sociais como meios de comunicação, é preciso ter um currículo "genérico" que esteja ao alcance de todas as empresas por meio do seu blog pessoal ou de sites especializados, como Linkedin.

Na internet, profissional deve utilizar palavras com referência à área pretendida
Mas, apesar de "genérico", alguns sites na internet oferece diversas ferramentas que podem tornar o currículo diferenciado. Por isso, caso haja a opção, é mais aconselhável que o profissional crie o seu próprio currículo e faça uma carta de apresentação em vez de apenas preencher os campos com as suas informações.


Como montar
Antes de tudo, é preciso ter em mente que milhares de currículos são expostos todos…

BRASIL TEM CARGA TRIBUTÁRIA 'SUAVE' PARA RICOS, DIZ ESTUDO

Com grande parte dos impostos é coletada de forma indireta, a carga tributária total supera a tributação à pessoa física




BBC Brasil 21/06/2011 08:38


Um levantamento de uma associação internacional de consultorias indicou que o Brasil tem uma carga tributária considerada leve para as classes mais altas.



Segundo a rede UHY, com sede em Londres, um profissional no Brasil que recebe até US$ 25 mil por ano – cerca de R$ 3.300 por mês – leva, após o pagamento de imposto de renda e previdência, 84% do seu salário para casa.



Já os profissionais que recebem US$ 200 mil por ano – cerca de R$ 26.600 por mês – recebem no final cerca de 74% de seu pagamento.



Entre 20 países pesquisados pela UHY, essa diferença de cerca de 10 pontos percentuais é uma das menores.



Na Holanda, onde um profissional na faixa mais baixa recebe um valor líquido semelhante ao do Brasil após os impostos e encargos (84,3%), os mais ricos levam para casa menos de 55% do salário.



A lógica também se aplica a todos os países do…

MANUAL DE INTERROGATÓRIO – AULA 2

Introdução ao manual de interrogatório:


a. O prisioneiro representa uma fonte potencial de valiosas informações sobre um inimigo, a cujas hostes pertenceu até bem pouco tempo.

Sob certas circunstâncias, pode ser a única fonte, ou pelo menos a principal delas.

A exploração dessa fonte exige considerável habilidade e deve ser atribuída a interrogadores treinados e, apenas em limitadas circunstâncias, à equipe que aprisionou o indivíduo.




b. O valor e a extensão da informação obtida de um prisioneiro depende não só da habilidade do interrogador, como também da velocidade com que o prisioneiro lhe foi apresentado e da eficiência do órgão que controla e orienta o interrogador.

SETE DICAS PARA PLANEJAR AS FÉRIAS SEM ESTRESSE

Sem organização, o momento de descanso pode se tornar problema profissional

Patrícia Lucena, iG Carreiras | 20/06/2011 05:58

O momento das férias é sempre esperado. Mas, assim como é preciso planejar as atividades que irá fazer durante esse tempo, é fundamental que a pessoa se organize para ficar longe do trabalho. Caso contrário, é muito provável que, logo após voltar, o profissional retome o mesmo nível de estresse que estava antes das férias.

Profissional deve se preparar para o momento das férias não se tornar um problema
Pesquisa realizada pela Isma-BR, associação internacional de pesquisa e tratamento de estresse, aponta que 76% das pessoas que retornam de férias perdem os benefícios do descanso em uma semana. "Por mais que você se planeje, na volta há um acúmulo de trabalho muito grande. Isso faz com que o profissional retorne ao mesmo nível de estresse de antes", afirma Ana Maria Rossi, presidente da associação.
A pesquisa aponta que:
• 76% perdem os benefícios das férias …

MANUAL DE INTERROGATÓRIO – AULA 1

Programa, o que você irá aprender:



• DEFINIÇÕES

• CONTROLE E TRATAMENTO DE PRISIONEIROS

• INTERROGATÓRIO DE CONTRA-INFORMAÇÃO (DE SUBVERSIVOS)

• PSICODINÂMICA DO INTERROGATÓRIO

• INTERROGATÓRIO ATRAVÉS DE UM INTÉRPRETE

• CONCLUSÕES (Enxerto)

• O PROCESSO DE INTERROGATÓRIO

• MÉTODOS COMUNISTAS DE INTERROGATÓRIO E DOUTRINAÇÃO

O QUE FAZER QUANDO UM PARENTE OU AMIGO PEDE DINHEIRO?

Veja dicas de consultores para não ter prejuízos com empréstimos e pedidos para ser fiador de familiares e conhecidos

Carla Falcão, iG São Paulo | 25/02/2011 05:21

Você estava tomando sua cerveja tranquilamente no churrasco de família quando seu cunhado apareceu e, depois de uma conversa bastante estranha, pediu dinheiro emprestado para pagar algumas contas. Ou estava fazendo compras no shopping quando sua melhor amiga, alegando que aquela promoção de uma grife famosa é imperdível, pediu seu cartão de crédito para comprar mais um par de sapatos.

Se você (ainda) não passou por uma situação semelhante, com certeza conhece alguém que já tenha ouvido esse tipo de pedido de parentes e amigos próximos. Mas, o que fazer quando um familiar ou conhecido pede dinheiro emprestado, quer fazer compras com seu cartão de crédito, precisa de um fiador ou quer usar seu nome em um financiamento?
A primeira recomendação de consultores especializados em finanças pessoais é uma só: diga não. “Se o valor for p…