Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2012

Perdas inflacionárias geram necessidade de revisão da aposentadoria

É possível solicitar, no próprio site da Previdência, cálculo para verificar se benefício está correto, sobretudo para aposentados nos anos de alta inflaçãoSoraia Duarte- especial para o iG | 31/05/2012 05:35:29
A alta inflação, somada aos diferentes planos econômicos que marcaram as décadas de 1980 e 1990, deram origem a diversos indicadores que, à época, eram utilizados para corrigir e calcular a aposentadoria. Para se ter uma ideia, a Previdência Social informa que, ao longo dos anos 1990, foram aplicados, como índices de correção do benefício, o INPC, o IPC-r, o IGP-DI e o IRSM.


Leia também: Veja se você tem direito à revisão da aposentadoria pela ORTN/OTN


Essa sopa de letrinhas muitas vezes se desdobrava em descasamento entre a correção das contribuições e dos benefícios. “Nem sempre eram corrigidos pelo mesmo valor da perda inflacionária”, afirma Paulo Mente, diretor da Assistants Consultoria Atuarial. Por isso, possível que, no momento da aposentadoria, o teto tenha deixado de …

Fatiada em três, classe média é 54% da população

Pelos critérios que passarão a ser adotados pelo governo estão nessa faixa as famílias com renda per capita entre R$ 300 e R$ 1 miliG São Paulo | 29/05/2012 20:30:38 A Secretaria de Assuntos Estratégicos (SAE) divulgou nesta terça-feira estudo que estabelece novos critérios para a identificação da classe média brasileira e a define como o grupo composto por famílias com renda per capita entre R$ 300 e R$ 1 mil. Atualmente, esse universo representa 54% da população do país.

Em parceria com outros especialistas, foram adotados diversos critérios para definir as faixas de renda da classe média, dividida em três subgrupos. Segundo a SAE, o principal critério observado foi o da vulnerabilidade, ou seja, a chance que a população tem de sofrer decréscimo na renda, e assim ser rebaixada de classe.


Crescimento: Eles vieram da classe média baixa e hoje têm R$ 1 milhão no banco


A nova classificação vai servir para o governo tomar medidas que sustentem a emergência da classe média na sociedade b…
Imagem
Diante da escassez de profissionais no mercado de trabalho, não é raro empresas buscarem talentos entre os concorrentes. Hoje, os mais assediados são os empregados nas áreas de TI, Petróleo e Gás, Geologia e Engenharias, em geral, em nível executivo. Mas e você, como reagiria se recebesse uma proposta da empresa rival?

Rachel Sciré terça-feira, 29 de maio de 2012

“O mercado está tão dinâmico que não há problema em ser procurado pela concorrente”, afirma Irene Azevedo, diretora de negócios da LHH/DBM, empresa de soluções para desenvolvimento de talentos. No entanto, a consultora destaca que é preciso tomar alguns cuidados logo que for acionado pelo headhunter.

O primeiro é avaliar se aquela movimentação faz sentido – se há profissionais deixando a concorrente ou a se a contratação está relacionada a alguma nova estratégia da empresa, por exemplo. Caso contrário, pode ser apenas uma sondagem de mercado, algumas vezes, com más intenções.

Além disso, como se tratam de concorrentes, deve-s…

Brucutu, paizão ou estrela? Saiba que tipo de chefe é o seu

Se tem algo que o profissional não consegue escolher durante sua carreira é o chefe que terá.
Algumas pessoas têm sorte e trabalham com líderes que contribuem para o seu crescimento. Já outros têm de aprender a lidar com chefes despreparados. Mas nem tudo está perdido.

Para o professor e mestre em Administração, Marcos Morita, cabe ao profissional tentar entender os tipos de chefe, respeitar e saber tirar o melhor de cada um. "Mesmo que pareça impossível, pode ser mais efetivo que tentar encontrar o modelo que melhor se adeque ao seu perfil".

Para ajudar no processo de entendimento do chefe, o especialista apontou seis perfis de líderes comuns dentro das organizações.

Confira.
Este tipo de chefe não aceita desculpas, atrasos ou trabalho entregues de má qualidade. Com temperamento forte e genioso, utiliza argumentos convincentes e às vezes apelativos. Para trabalhar com este tipo de líder é necessário estar sempre pronto, ter os resultados na ponta da língua e entregar as at…

Tem dívidas? Veja o que pagar primeiro

Imagem
Para evitar uma bola de neve, especialistas recomendam quitar as contas com juros maiores, como cartão de crédito, e de serviços essenciais, como água e luz
Danielle Brant | 29/05/2012 05:30:55 Getty Images Na hora de pagar as contas, é preciso priorizar as dívidas com taxas de juros maiores Reorganizar as finanças não é tarefa fácil. Principalmente quando o endividamento já está tão descontrolado que fica complicado saber por onde começar a atacar o problema. Em vez de pagar as contas menores, os especialistas recomendam quitar aquelas sobre as quais incidem juros maiores, como cartão de crédito e cheque especial. Mas também é preciso colocar em dia as dívidas de serviços essenciais, como água e luz.
“É preciso mesclar as dívidas que penalizam mais financeiramente com aquelas que geram sanções”, explica Miguel Ribeiro de Oliveira, diretor de estudos econômicos da Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac). Na prática, isso significa que é p…

Como pedir a desaposentação

Aposentou e continuou trabalhando? Só recorrendo à Justiça para rever benefício. Processo, no entanto, pode se reverter contra aposentado, com devolução da aposentadoria antigaSoraia Duarte, especial para o iG | 29/05/2012 05:40:48 Não são raros os casos de pessoas que continuam trabalhando após a aposentadoria. Apesar de já receberem o benefício, esses trabalhadores continuam contribuindo para a Previdência e, após algum tempo, tentam rever o valor recebido, incluindo no cálculo as contribuições posteriores, por meio da desaposentação.


Saiba tudo sobre Aposentadoria


Desaposentar significa o pedido de cancelamento da aposentadoria para conseguir uma nova, que some todos os anos de trabalho e resulte em um benefício melhor. “É olhar para trás e fazer de conta que não se aposentou”, diz Ailton Laurindo, presidente da comissão de seguridade social da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/SP).


Veja mais: Veja se você tem direito à revisão da aposentadoria pela ORTN/OTN


Como é proibido, por l…

PERCA O MEDO DE INVESTIR SEU DINHEIRO EM AÇÕES

Programa Jovens Profissionais X Trainee. Sabe a diferença?

Imagem
Rachel Sciré segunda-feira, 28 de maio de 2012
Você já deve ter ouvido falar dos programas de Jovens Profissionais, mas se enganou se achava que eles eram uma variação dos programas de trainee. Conforme explica Juliana Nascimento, gerente da DM Especialistas, os programas para Jovens Profissionais (JP) têm foco em treinamentos comportamentais dentro de um contexto técnico, em curto e médio prazo. “São buscados jovens com formação específica e experiência mínima de um ou dois anos na área. A formação recente pode nem ser considerada como um critério na seleção”, diz.

Já os programas de trainee, em geral, exigem formação há, no máximo, dois anos, aceitam jovens de cursos variados e a experiência na área não é requisito. Aqui, o foco são os treinamentos comportamentais, que acontecem por um período mais longo, para desenvolver um profissional generalista. Líderes instantâneos – Os programas de Trainee e de Jovens Profissionais abastecem diferentes níveis dentro da organização. “Enquanto u…

Mais de 14 milhões de famílias estão endividadas no Brasil

Número representa quase um quarto do total, diz estudo da consultoria MB Associados, com base na Pesquisa de Orçamento das Famílias do IBGEAgência Estado | 27/05/2012 10:50:20 Quase um quarto das famílias se endividou mais do que deveria e foi obrigado a reduzir o padrão de vida ou a dar calote. Um estudo da consultoria MB Associados, com base na Pesquisa de Orçamento das Famílias (POF), do IBGE, mostra que 14,1 milhões de famílias comprometeram mais de 30% da renda mensal com dívidas.


Leia também:
Governo estuda medidas para reestruturar inadimplência
Banco Central pode liberar fatia maior do compulsório


Essa marca ultrapassa o limite saudável para o endividamento, pois 70% do orçamento vai para despesas básicas, como comida, habitação ou saúde, conforme mostra a POF. A maior parte dessas famílias superendividadas está na fatia menos favorecida da população: 5,8 milhões na classe C e 6,6 milhões nas classes D e E.

Na média, no entanto, o brasileiro comprometeu 26,2% da renda mensal com …

5 DICAS PARA CATIVAR AS PESSOAS NO TRABALHO

Um exemplo para ser carismática no trabalho é saber ouvir o colega de trabalho ou seu gestor. Veja nossas dicas!
Por MADSON MORAES

Um bom profissional hoje em dia é avaliado não apenas por fazer trabalho corretamente, mas também por ser uma peça chave para o crescimento da empresa. Liderança e fácil de resolução de problemas são apenas algumas das competências que os gerentes procuram ao contratar alguém e até promover um funcionário. Mas não são apenas competências que um funcionário necessita ter. Uma das características não menos importantes é o carisma, que pode abrir muitas portas na empresa. Para a coach Marcela Buttazzi, fundadora e sócia diretora da MB Coaching, Coach e Analista Quântica, a pessoa carismática abre portas em qualquer situação, seja na empresa, no convívio familiar ou no âmbito pessoal. VEJA 5 DICAS PARA CATIVAR AS PESSOAS NO TRABALHO
1. Gentileza e interação com todos Seja uma pessoa agradável, gentil e utilize a cortesia para com os outros. Isso é uma f…

Governo pode reduzir controle de gastos para ajudar economia

Equipe econômica discute afrouxamento das contas como um "plano B" para o caso de a crise internacional se intensificarAgência Estado | 26/05/2012 10:27:25 O governo pode reduzir o esforço fiscal previsto para este ano para estimular um crescimento maior da economia. Segundo apurou a reportagem, essa possibilidade está em discussão na equipe econômica e é considerada uma espécie de plano B, caso a crise internacional se intensifique e as medidas já anunciadas de estímulo ao crédito e ao consumo sejam insuficientes para atingir o novo objetivo: crescer mais do que os 2,7% de 2011.

Tema tabu - e definido como "coisa do demônio" por alguns economistas do governo -, a hipótese de fechar as contas com saldo menor para pagamento de juros da dívida, o chamado superávit primário, ganhou espaço nas discussões. A mudança daria mais fôlego para o governo adotar medidas de estímulo, como o aumento das despesas totais (não apenas os gastos com investimentos, mas também de cust…

Saiba como responder a 5 perguntas "embaraçosas" na entrevista

No processo seletivo, existem algumas perguntas que podem deixar o profissional na "famosa saia justa". Geralmente, são perguntas que a pessoa não se preparou para responder e dependendo da resposta pode comprometer o desempenho do candidato

A consultora em Recursos Humanos e diretora Educacional da Drhíade, Angela Christofoletti, explica que este tipo de pergunta não é para constranger ninguém, mas sim, mais uma maneira que o recrutador tem de conhecer o profissional. 'Por isso é fundamental que a pessoa seja transparente, mas sempre com muita elegância'

Pensando nisso, o Portal InfoMoney, em parceria com a especialista, elaborou cinco perguntas que são consideradas difíceis de responder. Angela ressalta que a ideia é orientar o profissional e não ser utilizada como uma resposta padrão. 'Tudo que é ensaiado não é legal'.


Confira!


1. Quais são os seus pontos fracos?
Dizer que é perfeccionista e detalhista está bem longe do que o recrutador deseja ouvir.
A co…

CEO´S TAMBÉM ENTRAM NA DANÇA DAS CADEIRAS

Imagem
Até os CEO’s entram na dança das cadeiras Rachel Sciré sábado, 26 de maio de 2012
Dizem que os jovens em início de carreira mudam muito de emprego, mas pelo jeito, não são só eles. A 12ª edição da pesquisa CEO Succession, da Booz & Company, apontou que a taxa de rotatividade dos CEO’s no Brasil cresceu de 16,8%, em 2010, para 22,8%, em 2011, superando a média global de 14,2%.
Até tu, CEO?


De acordo com o estudo, a maior parte das transições foi planejada, no entanto, muitos executivos foram demitidos por não atingir os resultados esperados. No Brasil, a maior parte das substituições foi planejada – das 37 mudanças, 23 estavam previstas.

Nesse contexto, 71% das organizações brasileiras que trocaram de CEO preferiram buscar um substituto internamente. Assim, nove entre dez executivos que assumiram a posição de CEO no Brasil, em 2011, nunca haviam ocupado o posto. A idade dos executivos no cargo também caiu, para 50 anos, na média.

Segundo a pesquisa, as trocas de comando acontecem com…

O melhor e o pior da Geração Y

Imagem
O mercado está um pouco assustado com as características da Geração Y, e em diversos momentos observamos o despreparo de gestores e de empresas em promover as mudanças que se mostram necessárias e urgentes. O que mais se observa é uma constante busca por modelos que permitam o "enquadramento" dos jovens em processos organizacionais que foram estabelecidos nos últimos 30 anos.
Sidnei Oliveira sexta-feira, 25 de maio de 2012

Todo esse cenário tem pressionado os jovens a uma constante adaptação em suas escolhas, contudo, as expectativas atuais da Geração Y são formadas por estímulos intensos e diferentes, por isso, esse processo de adaptação não é fácil.

Na verdade, o que há é uma necessidade de adaptação diante das transformações que os jovens promovem a cada geração. O processo não é simples para ninguém, mas, acredito que haverá um equilíbrio na medida em que essa geração alcançar posições mais consolidadas, onde possa alcançar maior maturidade e experiência.

Observando ate…

Quem não pagar impostos pode deixar de ser considerado criminoso

Crime tributário passa a valer apenas para fraudes. Para relator, "é melhor praticar um crime contra a ordem tributária do que furtar". O que você acha? ComenteAgência Estado | 25/05/2012 12:18:51- Atualizada às 25/05/2012 17:39:59 A comissão de juristas do Senado que discute mudanças ao Código Penal aprovou nesta quinta-feira uma proposta que prevê a existência de crime tributário ou previdenciário apenas quando ocorrer fraude. Atualmente, o simples fato de um cidadão ou empresa deixar de recolher tributos ou contribuições é motivo para que eles respondam a processo penal.


Leia também: Contribuinte tem dez anos para restituir tributo pago a mais


Pelo texto aprovado, o crime só ocorrerá se a falta de recolhimento do tributo ou contribuição será mediante fraude ao Fisco ou à Previdência Social. A pena proposta para o crime continua a mesma de atualmente, de dois a cinco anos de prisão e multa.


Leia tudo sobre tributos em Finanças Pessoais


A comissão decidiu que fica livre de …

Como explicar que me formei em X mas quero trabalhar em Y

Imagem
O que se aprende na universidade é, muitas vezes, distante da realidade do mercado de trabalho. Essa distância acaba frustrando estudantes que descobrem no final do curso ou quando estão graduados que querem trabalhar numa área completamente diferente daquela que se formaram.

Ana Luiza Jimenez quinta-feira, 24 de maio de 2012

Se você está vivendo uma situação parecida, saiba que não está sozinho. Uma pesquisa da Michael Page, divulgada no ano passado, mostrou que 68% dos estagiários de empresas brasileiras não atuam na sua área de formação. São publicitários que trabalham como jornalistas, engenheiros que atuam no mercado financeiro e dentistas que ocupam cargos em empresas de recrutamento e seleção. Prepare-se e vá à luta - Apesar da situação não ser tão incomum, se você está se candidatando para uma vaga na área de Comunicação e é formado em Biologia, é certo que o recrutador irá questionar o porquê. Para não perder pontos, é importante ter uma resposta estruturada que esclareça qu…

Momento é propício para comprar, e ruim para vender o carro

Imagem
Consumidor pode conseguir bons negócios, mas deve aguardar uns dias, comparar preços em diferentes concessionárias e calcular se o veículo cabe no seu bolsoiG São Paulo | 25/05/2012 05:55:00
AE/Sérgio Castro Consumidor deve pesquisar antes de comprar e calcular se conseguirá pagar todo o financiamento O governo anunciou nesta semana a redução de impostos para carros, o que deixou bem feliz quem estava pensando em comprar um veículo 0KM. De fato, o momento ficou propício para as compras, não apenas por conta do corte de taxas. As empresas estão com muitos veículos em estoque e as vendas têm sido mais fracas, dizem especialistas. “Agora, o comprador pode conseguir um bom preço nos feirões e, assim, minimizar o impacto da prestação do financiamento em seu orçamento,” diz.
Mas antes de bater o martelo, é bom pesquisar, pois nem todas as concessionárias baixaram os preços. “É importante observar os preços e condições de financiamento, pois pode haver um período de tempo para ajuste,” diz Edu…

Dona da Häagen-Dazs compra Yoki por quase R$ 2 bilhões

Imagem
General Mills pagou R$ 1,75 bi e assumiu dívidas de R$ 200 milhões por fabricante de alimentos; com aquisição, vendas da empresa atingem US$ 1 bilhão na América LatinaiG São Paulo | 24/05/2012 10:50:47- Atualizada às 24/05/2012 16:24:38
Divulgação A Yoki, que produz 180 produtos, era uma empresa totalmente de capital nacional A General Mills anunciou nesta quinta-feira que acertou a compra da fabricante brasileira de alimentos Yoki por cerca de R$ 1,75 bilhão.
Em 2009: General Mills desiste da Forno de Minas e demite 500 em Minas Gerais

A General Mills informou que também assumirá uma dívida de R$ 200 milhões e que a adição da Yoki a seu portfólio vai mais que dobrar suas vendas anuais na América Latina, para quase US$ 1 bilhão.

Em 2012: Após concluir retomada, marca Forno de Minas mira exportação

O acordo vem à tona poucos dias depois de a multinacional americana anunciar que vai cortar 850 empregos ao redor do mundo, ou 2,4% de sua força de trabalho, como parte de um plano de reestrut…

Saiba como se organizar para o financiamento imobiliário

Imagem
Fazer reuniões de família e se planejar para gastos extras são algumas das sugestões de especialistas para quem quer realizar o sonho da casa própria. Veja as 5 principais dicasThatiane Faria Barroso | 24/05/2012 05:50:00
Getty Images Pesquisar taxas e caprichar na escolha do local do novo lar são algumas das tarefas do comprador O mercado imobiliário brasileiro ainda está aquecido, os preços estão altos e os metros quadrados, dependendo da região, caríssimos. Mesmo assim, conquistar a casa própria é um sonho que muitas pessoas não estão dispostas a adiar. Mas antes de fechar um financiamento, é preciso se organizar, dizem especialistas.
Leia mais: Quer comprar a casa própria? Veja as taxas de juro do crédito imobiliário

Verificar o orçamento familiar, pesquisar muito bem os imóveis, estudar os melhores bancos e as taxas embutidas em um crédito, além de pensar nos possíveis gastos para reforma e decoração são tarefas essenciais para o comprador da casa própria.

Especialistas consultados …

Desemprego cai para 6% em abril, aponta IBGE

Taxa de desocupação no País é a menor para abril desde 2002, quando iniciou a série histórica; em março indicador havia sido de 6,2%Reuters | 24/05/2012 09:10:14- Atualizada às 24/05/2012 10:07:23 O desemprego brasileiro caiu para 6% em abril, ante 6,2% em março, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quinta-feira.

Total de desocupados em abril chegou a 1,5 milhão, diz IBGE

O resultado do mês passado é o melhor para abril desde 2002, quando iniciou a série histórica.
Pesquisa da Reuters mostrou que, pela mediana das previsões de 17 analistas consultados, a taxa seria de 6,2% no mês passado. As estimativas variaram de 6% a 6,4%.

FONTE: IG ECONOMIA

Custo de trabalhador é de até 183% do salário, diz FGV

De acordo com estudo do Centro de Microeconomia Aplicada da FGV, há casos em que um trabalhador com salário mensal bruto de R$ 730 custa R$ 2.067,44 para a empresaAgência Estado | 23/05/2012 12:01:10
O custo do trabalhador, em média, pode chegar a 2,83 vezes - ou 183% - o salário que ele recebe da empresa, no caso de vínculo de 12 meses de duração do contrato, de acordo com estudo que o Centro de Microeconomia Aplicada da Fundação Getúlio Vargas (FGV) e a Confederação Nacional da Indústria (CNI) divulgaram nesta quarta-feira em São Paulo. Neste caso, se um trabalhador tem salário mensal bruto de R$ 730, o custo dele é de R$ 2.067,44 para a empresa. Isto, segundo o estudo, não deriva apenas de encargos, mas de um conjunto de obrigações acessórias, benefícios negociados, burocracia e até da gestão do trabalho.

No total, a pesquisa contemplou 34 componentes, entre eles o décimo terceiro salário, adicional de férias, vale-transporte, INSS do empregador, administração de pessoal,…

Ajudado pelo governo, setor automotivo lidera alta de investimentos até 2015

Imagem
O setor automotivo – beneficiado por um pacote de benefícios do governo, anunciado ontem – tem a maior perspectiva de crescimento nos investimentos até 2015.
O ministro da Fazenda, Guido Mantega, mostrou uma lista de setores, durante sua sabatina no Congresso, hoje.

O setor automotivo, que tem projeções de investimentos de R$ 56 bilhões entre 2012 e 2015, valor 60% maior que o montante investido no período 2007-2010.

O setor de petróleo e gás – que tem o maior investimento nominal, com R$ 354 bilhões – elevou os aportes em 48,7% frente ao período anterior.

Foto: Reprodução Autor: Klinger Portella
fonte: IG PODER ECONOMICO

Governo reduz IPI para automóvel; veja os novos preços dos 10 mais vendidos

Redução de imposto barateia carros mais vendidos do país

Confira como ficam os preços dos dez carros mais vendidos do país com redução do IPI anunciada ontem
Carros mais vendidos
http://estadao.br.msn.com/fotos/carros-mais-vendidos


fonte: Estadão - MSN

Mantega anuncia medidas de incentivo à indústria automobilística

Brasília - O ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou no fim da tarde uma série de medidas para incentivar a indústria automobilística. O Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) que incide sobre automóveis e utilitários vai ser reduzido, assim como o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) para crédito a pessoas físicas.

Vinicius Doria - Repórter da Agência Brasil
No caso do IPI, para carros de até 1.000 cilindradas, a alíquota cai de 7% para zero. Para automóveis com motorização entre 1.000 e 2.000 cilindradas, o imposto cai de 11% para 6%. No caso dos utilitários, a redução é de 4% para 1%. Essas alíquotas valem para os automóveis bicombustível, fabricados no Brasil e no Mercosul, incluídos no Regime Automotivo.
A redução das alíquotas vai valer até o fim de agosto. Até lá, a renúncia fiscal provocada pela redução do IPI deve ultrapassar R$ 1 bilhão, segundo estimativa do governo.
Mantega também anunciou a queda do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) do …