8 dicas para criar uma startup de sucesso

O empreendedorismo tem sido um tema freqüente em palestras, cursos e até manchetes de jornal. Nesse cenário, se destaca uma leva de jovens profissionais que, mesmo com a pouca experiência, se aventurou no mundo das startups e conquistou notável sucesso profissional.

 

8 dicas para criar uma startup de sucessoEsse é o caso do paulista André Nazareth que, após uma temporada de trabalho no Japão, em 2010, se inspirou no impacto dos aplicativos móveis no cotidiano das pessoas. De volta ao Brasil, André se reuniu com três antigos colegas do curso de Engenharia de Computação, da Unicamp, para investir em uma startup na internet. Nascia o MeuCarrinho, uma plataforma de comparação de preços de produtos de supermercado.


Ana Luiza Jimenez
terça-feira, 5 de junho de 2012

Outro jovem empreendedor que também conseguiu projetar uma startup bem-sucedida é o publicitário Guilherme Wroclawski. Depois de quase sete anos atuando no mercado, Guilherme decidiu investir num sonho antigo: abrir o negócio próprio. Com pouco dinheiro e muito gás, ele e o seu sócio, o publicitário Heitor Chaves, criaram o SaveMe, primeiro portal agregador de sites de compras coletivas e clubes de compras do Brasil. Hoje, a plataforma está presente em oito países e recebe 60 milhões de pageviews mensais.


Os dois empreendedores têm mais do que negócios promissores na internet como fator em comum. Tanto o SaveMe quanto o MeuCarrinho foram vencedores, em edições diferentes, do concurso “Sua Ideia Vale Um Milhão”, iniciativa do Buscapé Company que apoia iniciativas promissoras que precisam de capital e direcionamento para alavancar o negócio.


Em busca do negócio próprio

- Para começar a se aventurar no mundo das startups e entender esse novo cenário empreendedor, é fundamental saber o que diferencia essas iniciativas inovadoras de uma empresa convencional. O fator mais relevante é o potencial de crescimento do negócio. Outra característica é o modelo inovador. Para completar, o negócio deve ter flexibilidade para crescer rapidamente e em larga escala, sem comprometer a operação, o que é chamado de modelo “escalável”.


É claro que não existe uma receita pronta para montar uma startup de sucesso, mas é válido aprender com quem já trilhou o caminho e soube fazer as escolhas certas. Confira a seguir as dicas de André Nazareth, do MeuCarrinho, e de Guilherme Wroclawski, do SaveMe, dois veteranos do mundo das startups, e inspire-se para criar o seu próprio negócio de alto impacto.


Uma ideia no papel não vale nada

“Desde o começo, sempre acreditei que empreender é fazer. Em menos de três meses do início do projeto, nós já estávamos publicando o nosso primeiro protótipo.” Segundo André Nazareth, do MeuCarrinho, essa é a principal lição para quem quer empreender.


André explica que o resultado final do MeuCarrinho é fruto de uma série de sequências de prototipação. “Nós fizemos o produto, validamos no mercado, conversamos com as pessoas, revisamos o produto, lançamos no mercado novamente e, assim, fomos aperfeiçoando a ideia”, diz.



Dedique-se 100%

Desde o início, os fundadores do SaveMe, , Guilherme e Wroclawski e Heitor Chaves, acreditaram que seria importante mergulhar de cabeça no projeto. “Hoje, olhando para trás, vejo que tomamos a decisão certa. Se nós não estivéssemos tão dedicados, talvez não tivéssemos enxergado a oportunidade de fazer um agregador, em vez de um site de compras coletivas”, conta Guilherme. “Quando largamos nossos empregos, pensamos que o máximo que poderia acontecer é ter um grande aprendizado. Poderia dar tudo errado, mas ainda assim estaríamos tirando meio copo cheio dessa história.”



Observe o mercado, os consumidores e a concorrência

Ao observar a concorrência, os sócios do SaveMe, se deram conta do risco que estavam correndo ao lançar um site de compras coletivas, ideia inicial dos publicitários. Eles iriam competir com gigantes como o PeixeUrbano, ClickOn e Groupon. “Por mais que tivéssemos boa intenção e força vontade, seria muito difícil ganhar essa briga. Seriamos o Heitor e eu na sala de casa contra todos esses gigantes”, diz Wroclawski.


A solução veio quando os dois se colocaram no lugar dos usuários, que ficariam perdidos no mar de ofertas online. O SaveMe, novo projeto da dupla, nasceu com o objetivo de facilitar a vida dos consumidores, agrupando todas as ofertas dos sites de compra coletiva em um só lugar. Assim, os dois desistiram de entrar no negócio de compras coletivas, fugindo dos concorrentes mais fortes, e conseguiram criar uma iniciativa inovadora no mercado nacional.



Elabore um plano financeiro

Tanto André quanto Guilherme deixaram seus empregos para se dedicar totalmente aos seus respectivos projetos. Ambos concordam que para largar a segurança do salário mensal e mergulhar em um projeto arriscado, é fundamental ter um planejamento financeiro estabelecido.


No caso do fundador do Meu Carrinho, assim que decidiu ser um empreendedor, André fez uma previsão que precisaria trabalhar entre 6 e 7 meses para conseguir guardar recursos suficientes para se manter sem a segurança do emprego. “Eu achei que era o momento de arriscar. Afinal, eu estava com 25 anos, não era casado, não tinha filhos. Não havia motivos para não arriscar em um projeto que eu acreditava, que era meu sonho”, diz ele.



Estabeleça metas

Segundo o empreendedor André Nazareth, ao construir um plano de negócio, é importante se preparar para o pior caso. “A planilha de Excel é um maravilha, você consegue indicar que em seis meses estará faturando, mas não necessariamente isso acontece”, diz.


André conta que, no caso do MeuCarrinho, estabeleceu a seguinte meta: em um ano, os sócios teriam que enxergar que aquele projeto tinha potencial, seja em termos de visitação ou em termos de interesse de investidores. Caso não funcionasse, o projeto seria descartado e eles iriam apostar em outra ideia. “Essa coisa de não desistir nunca é balela. As pessoas desistem e desistem muito. É preciso saber desistir no momento certo, seja para encontrar um foco diferente ou para detectar o que está faltando e seguir em frente”, diz ele.


Inclusive, Nazareth afirma, é preciso também ter metas de desistências e métodos de validação para constatar que seu planejamento estratégico está gerando algum resultado.



Encare os obstáculos como um aprendizado

“O grande aprendizado que eu tive foi enxergar oportunidades e aprendizados nos obstáculos”, relata Wroclawski, do SaveMe. Segundo o publicitário, esse é o verdadeiro empreendedorismo: quando um obstáculo é capaz de desviar de um problema e conduzir para uma nova ideia. “No nosso caso, o obstáculo da concorrência dos sites de compras coletivas nos fez encontrar uma nova solução, que foi o agregador de ofertas.” Segundo ele, é preciso ser capaz de olhar para o mercado e para os concorrentes e conseguir tirar uma ideia para o seu próprio negócio.



Não tenha medo de compartilhar sua ideia

O fundador do MeuCarrinho conta que, no início, ele tinha muito medo de dividir seu plano de negócio com outras pessoas. Hoje, ele chegou à conclusão que o temor de empreendedores roubarem sua ideia era pura fantasia. Aos poucos, André foi percebendo que ele poderia se beneficiar com a troca de opiniões sobre seu projeto. “Toda ideia tem muitos furos e, quando você começa a contar as ideias para os outros, esses furos são preenchidos. O que mais vale não é a ideia e sim a execução”, diz ele.



Ajuda deve ser sempre bem-vinda

Uma das dicas de André Nazareth, do MeuCarrinho, é estar em busca de oportunidades para trocar ideias, seja por meio de mentores ou cursos de empreendedorismo. “Esse tipo de experiência faz muita diferença, colaborando principalmente a dar os passos certos no início do projeto”, diz ele. Segundo o empresário, participar de concursos de empreendedorismo também é válido, pois a atividade ajuda o empreendedor a se deparar com questões novas que podem acabar mudando seu plano de negócio. Ter contatos no mercado, segundo André, também é um fator importante. Ele sugere procurar nas redes sociais ou em eventos e palestras sobre empreendedorismo e negócios.


fonte: Click Carreira - MSN

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

COMO CONVERTER CRUZADOS EM REAIS?

CRIE CURSO ONLINE

MODELO DE AVISO DE MUDANÇA DE ENDEREÇO