Relógios que valem por um carro

Feitos em material nobre e com complicações exclusivas, algumas peças são verdadeiros investimentos

Marie Fava, especial para o iG |
Relógios de marcas tradicionais e exclusivas, como Rolex, Cartier, Montblanc e as recém-chegadas ao Brasil IWC, Panerai e Jaeger-LeCoutre extrapolam o conceito de peças indicadoras da hora e assumem o status de verdadeiros objetos preciosos, que chegam a custar o equivalente – ou até mais – a um carro de luxo. Feitos a partir de pedras e metais preciosos, muitas vezes os modelos exclusivos também têm tecnologia de última geração e funções utilitárias, como cronômetro e calculadora. Sem contar o design inovador, a impermeabilidade e outras características agregadas a essas verdadeiras obras-primas.

CONFIRA: http://luxo.ig.com.br/objetosdedesejo/2012-06-04/relogios-que-valem-por-um-carro.html

Mais:
Hermès lança relógio para parar o tempo


Uma das peças mais raras da temporada é o Montblanc TimeWriter II, à venda por R$ 1 milhão, quase o equivalente a uma Ferrari Scuderia F430. Em seguida vem o IWC Portuguese Sidérale Scafusia, o relógio mais complexo já criado pela IWC. Avaliado em pouco mais de R$ 772 mil, ele une a hora solar à hora sideral (cerca de quatro minutos mais curto do que um dia solar médio), juntamente com mostradores astronômicos. Tudo à mostra no turbilhão com caixa em platina ou ouro vermelho.

Já o Master Grande Tradition Minute Repeater Tivan, da Jaeger-LeCoultre, que promete atingir o máximo de precisão possível em um relógio com movimento mecânico automático, está à venda por US$ 217.730 (aproximadamente R$ 435.460), em série limitada de 100 peças. Um dos poucos modelos à prova d’água com repetidor de minutos, o relógio tem 15 dias de energia reserva, mostrador de movimento transparente. Com a mesma quantia de dinheiro é possível comprar um Porsche Cayenne 2012, cujo preço sugerido varia de R$ 339 mil a R$ 699 mil.

Mais:
Primeira loja da Goyard na América Latina será a primeira a ter serviço de customização


Na Panerai, o modelo mais sofisticado é o Lo Scienziato – Radiomir Tourbillon GMT Cerâmica, em caixa de cerâmica de 48 mm. Criado em tributo a Galileu Galilei, tem mecanismos visíveis no mostrador, movimento mecânico de corda manual, reserva de marcha de seis dias, 277 componentes, turbilhão e indicação de segunda zona horária. Valor estimado: R$ 383 mil. Já para ter um relógio Cartier, como o Santos 100 Turbilhão Flutuante, é preciso desembolsar R$ 247.300, mais do que a nova Range Rover Evoque, cujos preços iniciais estão entre R$ 164.900 e R$ 236.900. Delicada, a peça é feita de ouro branco, com cristais de safiras, com pulseira de couro de crocodilo.

Na Rolex, tradicional marca de luxo, que vende em média em média 700 relógios por ano no Brasil, o destaque fica por conta do Day Date Special Edition, de 39 mm. A peça da é feita de ouro branco 18 quilates e platina 950, com indicação de dia da semana em 26 idiomas, mostrador com diamantes, sistema de impermeabilidade dupla e à prova d'água até 10 metros de profundida. O preço? R$ 205.344. Outra aposta da marca é o Rolex é o Datejust (36mm), com caixa de ouro branco 18 quilates, moldura definida em safiras e diamantes, pulseira de couro com brilhantes, mostrador preto com diamantes. Por R$ 130.650.

Leia também:
-
Um Bentley pronto para o piquenique gourmet
-
Uma ilha para levar por aí
-
Quadriciclo ou jet ski? Fique com os dois


SERVIÇO:
Cartier
Tel: (11) 3081-0051

IWC
Em breve no shopping JK, em São Paulo

Jaeger-LeCoultre
Em breve no shopping JK, em São Paulo

Montblanc
Tel: (11) 3552-8000

Panerai
Em breve no shopping JK, em São Paulo

Rolex
Tel: (11) 3594-7000

Acompanhe as novidades do iG Luxo também pelo Twitter.

(*) Preços apurados em maio de 2012

fonte: IG LUXO

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

COMO CONVERTER CRUZADOS EM REAIS?

CRIE CURSO ONLINE

MODELO DE AVISO DE MUDANÇA DE ENDEREÇO