Planejamento financeiro: por que gerenciar suas finanças?

Planejamento é um conceito essencial quando o assunto é administração financeira, seja ela pessoal ou empresarial.
Planejamento financeiro: por que gerenciar suas finanças?


Em relação ao gerenciamento do próprio dinheiro, alguns dizem preferir viver um dia após o outro, sem se preocupar em fazer planos. Agem dessa forma com o argumento de que a vida toma rumos, muitas vezes, inesperados e que o futuro nunca estará sob seu controle.
Realmente, o futuro é repleto de incertezas, sendo que muitas delas estão além do nosso comando. Mas é exatamente tal característica que faz do planejamento algo tão importante, pois possibilita que estejamos minimamente preparados para lidar com o inesperado.


Planejamento financeiro: espere pelo inesperado

O futuro reserva, a cada um de nós, eventos ruins e oportunidades.
Pessoas com vida financeira desregrada são mestres em absorver apenas a parte ruim da história. Ao perder o emprego de uma hora para outra, ou, se de repente, é preciso gastar algumas centenas de reais com reforma da casa ou conserto do carro, aqueles que não guardaram dinheiro para tais possibilidades, vão sofrer severas consequências.
Por outro lado, se essas mesmas pessoas se defrontarem com a oportunidade de compra de um imóvel a preços convidativos ou com a possibilidade de morar no exterior para estudar, dificilmente irão agarrar essa chance.
E por quê? Simplesmente por não possuírem liberdade financeira para tal.
Dessa forma, o planejamento financeiro permite uma maior abertura nas possibilidades de escolhas a serem feitas durante nossa vida.


O que é planejar?

Planejar é, simplesmente, aceitar as incertezas, de forma a lidar com elas da melhor maneira possível.
Também significa viabilizar sonhos, à medida que os objetivos se concretizem.
Planejar é assumir, com total lucidez, nossa ignorância quanto ao futuro.
Porém, mesmo com toda a incerteza existente, o planejamento aumenta as chances de que cada história seja escrita pelo próprio autor, e não pelo acaso.
Enfim, planejar as finanças pessoais é um exercício de autoconhecimento, pois ao estabelecer metas, estaremos elegendo nossas verdadeiras prioridades e, com isso, revelando a pessoa que somos para nós mesmos.


Conclusão

Nunca conseguiremos prever o futuro, mas é possível estarmos prontos para imprevistos e – principalmente – para oportunidades que certamente irão aparecer em nossas vidas.
Para tanto, é necessário:
  1. Compreender a necessidade de mudar;
  2. Compreender as regras básicas para acumulação de riqueza;
  3. Definir objetivos financeiros claros e mensuráveis;
  4. Adquirir bons hábitos financeiros;
  5. Poupar e investir seu dinheiro.
Para entender melhor cada uma das etapas supracitadas, recomendo a leitura do artigo “5 Etapas do Planejamento Financeiro“.
Por fim, recomendo também a leitura do eBook “As 5 Etapas do Planejamento Financeiro“, escrito por Elisson de Andrade, que foi a principal fonte para este artigo, além de estar na lista dos 10 livros de Finanças Pessoais de 2012 da Exame.com.



Publicado em 11.12.2012 por em Educação Financeira

fonte: Quero ficar rico - educação financeira

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

COMO CONVERTER CRUZADOS EM REAIS?

MODELO DE CARTA DE APRESENTAÇÃO (EMPRESARIAL)

O QUE É CONTAINER REEFER?