Como escolher uma corretora para investir no Tesouro Direto

Quando escrevi o artigo “Melhores corretoras para investir no Tesouro Direto“, imaginei que grande parte das dúvidas sobre como escolher uma corretora para investir no Tesouro Direto tivessem sido tiradas no texto.
 

Como escolher uma corretora para investir no Tesouro Direto


Afinal, além de mostrar quais as instituições que cobram as menores taxas de administração (algumas nem cobram essa taxa), comentei que o custo da transferência (DOC ou TED) deveria ser levado em consideração.

Para minha supresa, muita gente não leva esse custo em consideração e investe através de corretoras que não cobram taxas ou acha que é o valor cobrado por essa operação é muito alto e prefere permanecer na corretora do próprio banco, mesmo pagando uma “pequena” taxa de administração. Ao longo do texto você entenderá porque o pequena está entre aspas.



Qual a melhor opção?


Depende! Não é possível simplesmente a corretora mais barata e desconsiderar o custo do DOC ou achar que o DOC é caro e ficar no próprio banco. Afinal, você tem como saber quanto custa o DOC (ou TED) e quanto sua corretora cobra de taxa de administração.

Entretanto de nada adianta saber que o DOC custa R$ 8,00 ou a taxa de administração é 0,5% a.a., se não souber fazer as contas. Até porque não tem como comparar simplesmente R$ 8,00 e 0,5% a.a. É necessário colocar na ponta do lápis!



Como calcular o custo do DOC e da taxa de administração

 
Fazer a conta exata não é tão simples, mas existe uma forma de calcular que ajudará bastante na tomada de decisão. Primeiro precisamos montar um cenário, para podemos comparar. O importante é entender como fazer a conta, e não se encaixar exatamente no cenário proposto.
 
 
Cenário: Digamos que você tenha R$ 20 mil reais investido em títulos públicos e pretenda fazer novos aportes mensais. Existe uma corretora A, que não cobra taxa de administração mas você terá custo com DOC (ex: R$ 8,00) para transferir dinheiro para a corretora. Há também a corretora B, que cobra taxa de administração de “apenas” 0,5% a.a., mas não há custo com DOC, pois ela é do seu banco.
 
Pergunta: qual você deve escolher? Corretora A ou B? Vamos às contas!

Na corretora A, se você fizer novos aportes todos os meses, sem exceção, terá que gastar R$ 8,00 em cada transferência, totalizando R$ 96,00 no final do ano. Como ela não cobra taxa de administração, não há outra cobrança diferente da corretora B.

Na corretora B, por outro lado, não custo com DOC (ou TED), pois a corretora tem conta no seu banco e essa operação entre contas do mesmo banco não é tarifada. Em compensação, 0,5% a.a. sobre R$ 20 mil (perceba que desconsiderei a rentabilidade e os novos aportes, senão o saldo seria bem maior) representa um custo de R$ 100,00 após 12 meses.

Resultado: mesmo pagando DOCs mensalmente, vale mais a pena investir pela corretora A. Mas se o montante ou a taxa de administração da corretora forem menores ou se o custo do DOC for maior, é necessário refazer as contas.



Conclusão

Muitas vezes nos empolgamos com uma corretora que não cobra taxa de administração ou nos decepcionamos ao descobrir que teremos que pagar DOC, e tomamos nossas decisões baseadas nessas empolgações ou decepções.

No entanto, o fundamental é fazer as contas e descobrir qual a melhor opção, para não desperdiçarmos dinheiro por preguiça.

Agora você não tem mais a desculpa de não saber como comparar.

Basta multiplicar o custo do DOC (ou TED) por 12, estimar o saldo médio e verificar quanto será cobrado de taxa de administração, e comparar os dois valores, optando pelo menor deles.

Caso alguma conta não tenha ficado clara, deixe um comentário com sua dúvida, que eu e outros leitores teremos o prazer em respondê-la.

**

Atualizado em 05/08, às 18:00: Desde 1º de agosto, a Título Corretora (através do seu home broker Easynvest) passou a não cobrar taxa de administração para investimento em títulos públicos. Para saber mais, acesse o site da corretora.


Publicado em 05.08.2011 por em Tesouro Direto


Imagem de Rafael Seabra

Rafael Seabra é educador financeiro, MBA em Finanças pelo Ibmec, editor do Quero Ficar Rico, um dos sites de maior audiência do país na área de Educação Financeira, e autor do livro Como Investir Dinheiro.

fonte: Quero ficar rico - educação financeira



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

COMO CONVERTER CRUZADOS EM REAIS?

MODELO DE CARTA DE APRESENTAÇÃO (EMPRESARIAL)

Como tirar o registro profissional(Mtb) - Jornalistas