ECONOMIZE


  • + Veja dicas para economizar na viagem de verão

  • + Veja dicas para economizar na viagem de verão


    Verão 2012/2013 - MSN BrasilItaipava
     
     
    Viajar, sim. Gastar, nem tanto

     


    10 dicas para uma viagem econômica e interessante


    10 dicas para uma viagem econômica e interessante - 1 (© Shutterstock)
     
     
    Para economizar em uma viagem, você não precisa escolher apenas destinos próximos de casa ou locais perdidos no mapa. Existem outras maneiras de não ficar no vermelho e, ainda assim, ousar nas férias. Descubra como com as nossas dicas.

    1. HOSPEDE-SE EM UMA CIDADE PRÓXIMA – Os hotéis das cidades vizinhas de um destino ‘top’ geralmente oferecem taxas mais baratas – e o custo com transporte de um lugar para outro pode ser irrelevante. Pesquise se as rotas de transporte são viáveis, e se o tempo de locomoção compensa – e leve essa opção em conta.

    2. DURMA EM LOCAIS ALTERNATIVOS – Jogue o preconceito fora e se aventure em hostels, pousadas e até em sofás de pessoas que hospedam viajantes (no chamado ‘couchsurfing’, saiba mais no site couchsurfing.org). Se quiser sofisticar um pouco essa modalidade, em um quarto com café da manhã, tente o AirBnB – uma rede com opções em que a hospedagem é paga, mas caseira (airbnb.com.br).

    3. ALMOÇO TARDIO – Restaurantes costumam cobrar menos no almoço do que no jantar. Sendo assim, aproveite para ir um pouco mais tarde, almoce bem e, à noite, jante um lanchinho leve – e barato.

    4. REFEIÇÃO EM CONTA – Redes de fast food são velhas conhecidas dos ‘mãos-fechadas’, mas não são a única opção para economizar. Restaurantes de comidas típicas rápidas e populares (como kebabs, burritos e gyros – um sanduíche grego no pão pita), têm fama de cobrar preços honestos. Antes de viajar, veja nossa seleção de restaurantes nos guias de cidades para se orientar por opções mais econômicas.

     
    5. VOE COM ESCALAS – Você pode até estranhar essa dica, mas é verdade: trechos com escalas são vantajosos para o bolso. Portanto, vá munido de livros, sudokus, aplicativos novos e alguma paciência para esperar entre as conexões.

    6. COMPRE SEMPRE IDA E VOLTA – Se estiver no exterior e quiser transitar de um lugar para outro de avião, experimente comprar os dois trechos da passagem, mesmo que não for voltar ao destino de origem. Optar só pelo trecho de ida pode sair mais caro do que comprar os dois, compare sempre.

    7. LOW COSTS – As companhias aéreas de baixo custo não são novidade, mas continuam oferecendo valores imbatíveis. Mas fique atento às regras que estabelecem, como o peso (geralmente enxuto) estipulado para bagagens e as multas cobradas por excesso. Para se locomover na cidade onde estiver, prefira os ônibus, que são alternativas baratas e, em muitos casos, bastante confortáveis e pontuais.

    8. APROVEITE O DESTINO POR MAIS TEMPO – Tentar encaixar 24 capitais europeias em 7 dias de viagem é uma loucura em vários sentidos, inclusive para o bolso. Correrias podem comprometer a pechincha, o planejamento cuidadoso dos gastos e ainda vai exigir corridas de táxi adicionais.

    9. REEMBOLSO DOS IMPOSTOS DAS COMPRAS – Essa iniciativa precisa partir de você desde o momento das compras. Prefira as lojas que facilitem o reembolso. Ao apresentar seu passaporte, a passagem e o recibo de compra, os atendentes devem fornecer uma ficha a ser preenchida (peça o auxílio deles no preenchimento se precisar). Organize essas fichas e os recibos para apresentá-los, juntamente com seu passaporte e passagens e procure o serviço de reembolso quando for pegar o voo de volta. Em alguns aeroportos, existe um balcão específico para atender as solicitações. Em outros, é preciso se informar em que local do aeroporto esse serviço é prestado. Reserve tempo hábil para essa operação. Às vezes, as autoridades pedem até os produtos comprados. Com o carimbo oficial da papelada, você terá acesso ao endereço para onde terá de enviá-la. É trabalhoso, mas o saldo bancário agradece. Leia mais sobre reembolso no link moneyning.com/tax/value-added-tax-refund-vat-for-vacation-shopping

    10. VIAJE FORA DE TEMPORADA – Se o seu destino é brasileiro, esqueça Carnaval, réveillon e período de férias escolares, que são alta temporada. O Carnaval, aliás, é boa época para uma esticadinha no exterior, que não explora a festa brasileira para subir os preços. Boa viagem!

    MSN Estilo | Por Redacao

    FONTE: MSN

     

    Comentários

    Postagens mais visitadas deste blog

    COMO CONVERTER CRUZADOS EM REAIS?

    MODELO DE CARTA DE APRESENTAÇÃO (EMPRESARIAL)

    Como tirar o registro profissional(Mtb) - Jornalistas