Se dinheiro não existisse, o que você faria?

Se não existisse dinheiro, você estaria fazendo exatamente a mesma coisa que já faz atualmente?
Se o dinheiro não importasse, teria feito a mesma graduação que você cursou (ou ainda está cursando)?

Muitos optam por fazer coisas que não gostam para viver uma vida inteira fazendo coisas que não gostam. Isso parece algo inteligente para você?


Falar é fácil, difícil é fazer

Isso é verdade. Mas também é verdade que se você não tentar, seguramente não atingirá seu objetivo.
É muito fácil dizer para largar tudo e fazer a partir de agora só o que gostamos.
Muitas vezes isso nem é possível, se considerarmos compromissos já assumidos com o trabalho ou mesmo compromissos financeiros que dependem da nossa renda atual.
No artigo Independência financeira, trabalho e qualidade de vida, defendi que devemos sempre buscar um trabalho que nos seja prazeroso, de modo a não ter que trabalhar um único dia na vida.
Expliquei também que dedicamos, pelo menos, 11 horas diárias para o trabalho. E como temos que dormir, sobrariam poucas horas para fazer algo que realmente nos dá prazer.
A questão é que quando trabalhamos em algo que não gostamos, dificilmente seremos excepcionais nesse trabalho. Afinal o único jeito de se tornar excepcional em qualquer área é gostarmos dessa área.

 

 

Onde eu quero chegar com esse artigo?

Meu objetivo é incentivar você, leitor, a refletir sobre o que realmente gosta de fazer e começar a se preparar para fazer isso. Seguramente o resultado será surpreendente.
Quando nos tornamos especialistas em determinada área de atuação e trabalhamos com prazer (e não por obrigação), sempre haverá uma forma de ganhar dinheiro com isso.
Como disse acima, dificilmente essa é uma opção para ser tomada imediatamente. É necessário se preparar, montar uma boa reserva financeira para isso. Mas é possível.

 

 

Estudo de caso: eu mesmo!

Como muitos leitores devem saber, minha formação acadêmica é Ciência da Computação. Sempre fui um bom aluno, com ótimas notas, e me formei numas das melhores universidades do Brasil nessa área (UFPE).
Apesar de gostar de trabalhar nessa área, Informática nunca foi minha paixão. Comecei a me interessar por Educação Financeira desde que recebi minha primeira bolsa de estágio, ainda na faculdade.
Comecei a ler um livro atrás do outro, a investir meu dinheiro e experimentar diversas opções de investimento. Também sempre tive prazer em compartilhar tudo que aprendia com amigos e parentes, sem ganhar nada por isso. Só o fato de alguém estar interessado já me empolgava.
Depois disso comecei a compartilhar meu conhecimento através do Quero Ficar Rico e meu interesse pela área só cresceu desde então.
Atualmente consigo atingir milhares (milhões, na verdade) de pessoas e ganho um bom dinheiro com o blog (e demais negócios online que possuo). Mas nem sempre foi assim…
No começo, o blog recebia algumas dezenas de visitas por dia e não recebia um centavo por escrever. Mas nem por isso me desmotivei.
Na verdade, só descobri que era possível ganhar dinheiro com blog após 3 anos de fundação do Quero Ficar Rico, quando reformulamos o site e colocamos algumas peças publicitárias. (Para saber como ganho dinheiro por aqui, leia o artigo sobre Internet Lifestyle).

 

 

Conclusão

Quero deixar claro, com essa curta história, que o dinheiro deixou de ser um objetivo para ser uma consequência. Meu objetivo é promover Educação Financeira.
E se eu consegui fazer o que realmente me dá prazer e ainda ganhar dinheiro, certamente você também conseguirá.
Não é preciso criar um blog ou estudar finanças. Esse foi o meu caminho. Mas – de forma alguma – é o único existente.
Descubra o que realmente te dá prazer em fazer e comece a se planejar para se dedicar a isso o quanto antes.
Por fim, quero compartilhar um vídeo extraordinário (vi na timeline do Gustavo Cerbasi) que me motivou a escrever este artigo:

(Se não conseguir assistir ao vídeo, clique aqui)
Até a próxima!



Publicado em 05.02.2013 por em Educação Financeira


fonte: Quero ficar rico - edicação financeira

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

COMO CONVERTER CRUZADOS EM REAIS?

MODELO DE CARTA DE APRESENTAÇÃO (EMPRESARIAL)

Como tirar o registro profissional(Mtb) - Jornalistas