VENDAS COM TECNOLOGIA


Venda direta

Vendedoras investem em tecnologia





Consultoras de venda direta investem em tecnologia para vencer concorrência

Catálogos virtuais e aplicativos de automaquiagem são novos aliados das revendedoras

Patrícia Basilio- iG São Paulo |
 

Com o avanço da tecnologia e um número maior de empresas no comércio porta a porta, vencer a concorrência é uma tarefa cada vez mais difícil. Diante dessa realidade, consultoras e empresas investem na internet para atrair a clientela, divulgar os produtos e até exportá-los.
Esse é o caso da consultora Rosana Tepedino, 41, que vende produtos da Avon, Natura, O Boticário e Eudora. Antenada às novidades tecnológicas, a profissional de marketing divulga os produtos pelas redes sociais, principalmente pelo Facebook, e envia panfletos e catálogos virtuais para o e-mail das consumidoras. A estratégia, afirma, é certeira. “As clientes podem fazer pedidos pela internet sem a necessidade de se encontrarem comigo. É muito mais fácil”, afirma ela.
Com um crescimento de 20% ao ano no faturamento, a consultora deixou o emprego e também incentivou o marido a fazer o mesmo para ajudá-la nos negócios. Ambos trabalham juntos no escritório montado por Tepedino, aberto sete meses depois de iniciar as vendas porta a porta. “Recebo cerca de 80 pessoas por dia interessadas em conhecer os produtos. Já exportei para o Chile e Moçambique”, conta ela, que trabalha com um estoque robusto de cosméticos.
Divulgação
Rosana Tepedino usa as redes sociais para divulgar os produtos da Avon, Natura, Boticário e Eudora
Para turbinar as vendas e agilizar o trabalho das suas 1,2 milhão de consultoras, a Natura lançou este mês um catálogo virtual em que divulga interativamente os produtos da temporada. No arquivo digital, o internauta pode obter mais informações sobre os cosméticos e detalhes de como utilizá-los — o que não seria possível fazer no catálogo impresso.
A novidade, segundo Marcelo Soderi, gerente de comunicação comercial da empresa, veio para manter a empresa atualizada aos meios de compra utilizados pelos consumidores. “A exposição dos nossos produtos tem que ser a melhor. Com o catálogo virtual, a abrangência é ilimitada. É possível até enviar os produtos para o exterior”, destaca o executivo.
Além do catálogo eletrônico, a Mary Kay, de setor de cosméticos, oferece aplicativos gratuitos para as consultoras administrarem suas vendas e metas e outro para as clientes testarem os produtos, como maquiagem e tinturas de cabelo, em suas próprias fotos.
Com as tecnologias, a empresa mais que dobrou o seu faturamento em 2012. “Nós estamos sempre atentos às novas tecnologias e buscamos usá-las em nossas ações, já que o modelo de venda direta é baseado no relacionamento”, reforça Shana Peixoto, diretora de marketing da empresa.
A copeira Ana Cristina dos Santos, 28, vende os produtos da Natura há sete meses para complementar a renda de casa. Nova no ramo e com um faturamento de apenas R$ 200 por mês, ela ainda está aprendendo as estratégias de como atrair os clientes. Uma delas, contudo, ela já domina: utilizar as redes sociais para divulgar os produtos.
“Vendia cosméticos apenas para os colegas de trabalho distribuindo a revistinha impressa, agora quero apostar na internet e divulgar meus produtos para toda a minha rede”, afirma ela, que tem em sua foto de divulgação no Facebook a logomarca “Eu Sou Consultora Natura”.
Para Roberta Sayuri Kuruzu, diretora-executiva da Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas (ABEVD), Ana está no caminho certo. O começo, explica, é sempre difícil, mas com a divulgação dos produtos nas redes sociais a revendedora conquista a clientela e aumenta o faturamento.
“É importante que a revendedora saiba utilizar o produto que está vendendo. Quanto mais a consultora conhecer o produto, maior a chance de ela vendê-lo”, explica a especialista.
Apesar da dica, quanto mais a revendedora diversificar os produtos, dominando suas funcionalidades, melhor. “Assim, se uma cliente nega uma maquiagem, por exemplo, é possível oferecer uma bebida energética ou um sutiã”, exemplifica.
Usar as tecnologias oferecidas pela empresa, como catálogos virtuais e aplicativos, também é essencial, avalia Roberta. “Com um tablet na mão, a consultora tem a possibilidade de mostrar às clientes uma gama de produtos e possibilidades com apenas um toque do dedo.”


Confira algumas dicas para vender mais:
– Escolha um segmento que você gosta
– Participe de eventos organizados pela empresa
– Utilize os recursos tecnológicos oferecidos pela empresa
– Divulgue os artigos pelas redes sociais
– Mantenha estoque dos produtos
– Trabalhe com estratégias de fidelização
– Mostre a nova coleção aos colegas de trabalho
– Promova promoções ou concursos pelas redes sociais
– Crie um site ou uma página no Facebook para divulgar os produtos
– Faça cursos de especialização, como os de maquiagem e nutrição
Fonte: ABEVD

FONTE: IG ECONOMIA

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

COMO CONVERTER CRUZADOS EM REAIS?

CRIE CURSO ONLINE

MODELO DE AVISO DE MUDANÇA DE ENDEREÇO