ABRA SEU NEGÓCIO DE UMA VEZ POR TODAS

 
 
   

O Guia Simples e Prático Para

Abrir um Negócio de uma Vez por Todas

 
 
Você já pensou em abrir seu próprio negócio ou até abriu recentemente mas está enfrentando problemas?

Se sua resposta for sim, este artigo foi feito para você.

Pensando em ajudar pessoas que estejam nessas situações, convidei meu amigo Marcos Rezende, empreendedor e orientador de carreira para empreendedores, a escrever um artigo para o Quero Ficar Rico.
 
Neste artigo, você vai aprender:
  • O que é ser um empreendedor;
  • O que você precisa para empreender;
  • Como começar um negócio do zero.
 
O Guia Simples e Prático Para Abrir um Negócio de uma Vez por Todas
Estando à frente de um dos maiores blogs sobre empreendedorismo do país, recebo uma quantidade enorme de e-mails por dia de pessoas que desejam faturar mil ou dois mil reais por mês em um negócio próprio.
 
 
Um valor bem baixo, mas que para a maioria das pessoas que chegam até mim é quase impossível atingir.
 
Dizem elas que faturar este valor já resolveria boa parte dos seus problemas, um deles, razão principal dos e-mails, é atingir a tão sonhada liberdade para decidir o que vai fazer com o seu próprio dia.
 
Você pode estar achando estranho alguém ter objetivos tão simples, mas posso te assegurar que ter a capacidade de decidir o que fazer com o seu próprio dia e faturar um valor mínimo que cubra suas despesas mensais através do seu próprio, único e solitário esforço, é o que torna o empreendedorismo a melhor opção para se alcançar uma vida mais leve, tranquila e, é claro, enriquecer.
 
Não dê importância ao tamanho deste artigo, pois meu intuito é o de transmitir através dele, de forma simples, prática e objetiva como qualquer pessoa pode iniciar um negócio próprio e abrir uma empresa.
 
Se o seu propósito é faturar R$ 24 mil por ano, ótimo, mas se estiver querendo faturar R$ 100 mil ou R$ 2 milhões por ano, melhor ainda, pois os conceitos são os mesmos para ambas as situações.
 
 
 

O que é um empreendedor?

Antes de apresentar um passo a passo para você abrir uma empresa, preciso te esclarecer o que é um empreendedor, pois compreender este ponto é fundamental para o futuro da sua carreira e crucial para desenvolvermos uma linha de raciocínio que te conduza na construção do seu empreendimento.
 
 
Preste atenção no seguinte:
 
Empreendedor é uma pessoa que está disposta a ir além dos seus próprios limites (medos e crenças) para melhorar a vida de outras pessoas.
 
Quando você está cansado, querendo dormir, e sabe que alguém da sua casa está doente e levanta para cuidar dessa pessoa, está sendo empreendedor.
 
Quando você recebe seus amigos ou familiares em casa e prepara para eles uma nova receita que nunca havia feito para o almoço, está sendo empreendedor.
 
Quando você ajuda alguém que está tendo problemas para atravessar a rua, também está sendo empreendedor.
 
Empreendedor é, portanto, alguém que olha mais para as necessidades dos outros que para suas próprias necessidades, estando disposto a sempre sair da sua zona de conforto para auxiliá-los.
 
Se você já se enxergar em um dos exemplos acima, parabéns, pois você já é um empreendedor.
 
Entretanto, o que estamos querendo conhecer neste artigo, é a possibilidade de gerar renda a partir das soluções criadas por nós.
 
 

O que é uma empresa?

 
Uma empresa é a maneira do empreendedor multiplicar suas ações. É uma forma eficiente de multiplicar os braços e pernas do empreendedor em várias direções para beneficiar o maior número de pessoas que precisam das soluções oferecidas por ele.
 
O sucesso de uma empresa é medido pela sua capacidade de entregar sempre a melhor solução para seus clientes.
 
Por isso, as empresas mais reconhecidas no mercado, são aquelas que possuem a maior comunidade de pessoas em torno delas, consumindo suas soluções.
 
Apple, Microsoft, Samsung, Nike, Coca-Cola, entre outras, são empresas que compreenderam as necessidades da sua comunidade e criaram e melhoraram soluções constantemente para satisfazer seus clientes.
 
O que deve ficar claro para você, neste ponto, é compreender que empresa é uma forma de aumentar o campo de ação do empreendedor e que ela pode ser construída conforme a necessidade de alcançar mais clientes cresça.
 
E ainda mais crucial, é compreender que não são mais soluções que trazem mais resultados, mas que constantes melhorias em uma solução sim.
 
 
 

Antes da solução, você precisa de um problema

 
Para criar um negócio e abrir uma empresa, a maioria dos empreendedores pensam que precisam de uma solução e por isso se cobram tanto em ter boas ideias.
 
Entretanto, este é o maior erro de quem fracassa após abrir um negócio, pois sem conhecimento suficiente, o empreendedor coloca uma solução no mercado que muitas das vezes este mercado não compra.
 
Para conseguir problemas, você vai precisar de pessoas. Uma delas você já tem: você mesmo.
 
Pegue um bloco de notas e aponte nele todos os problemas que você gostaria que fossem solucionados.
 
Anote desde coisas simples como não conseguir cortar as unhas da mão direita corretamente ou sofrer para conseguir manter-se dentro de uma dieta alimentar.
 
Faça isso apenas como um exercício e não como algo que irá gerar uma ideia de negócio de verdade.
 
Depois de ter anotado os seus problemas, agora comece uma pesquisa de mercado com seus amigos e familiares, tentando construir entre eles uma relação de concordância.
 
Você poderá perceber, por exemplo, que seus pais e os pais dos seus amigos têm as mesmas dificuldades de lidar com telefones celulares e outros equipamentos eletrônicos.
 
Ou perceber que seus amigos estão tendo problemas em decidir qual carreira seguir ou mesmo qual carro comprar.
 
Você deve sair dessa etapa com alguns bons problemas para solucionar e algumas ideias de negócio na cabeça, mas antes de partir para ação, vamos antes nos assegurar de satisfazer duas outras etapas importantes nesse processo.
 
 
 

Ideias, paixão e expectativas

Eu sei que existe um grande número de pessoas no mercado com problemas para emagrecer e até mesmo pessoas do meu círculo de amizade e familiar com este problema, mas como eu, magro e sem vontade nenhuma de estudar sobre nutrição, poderia ajudá-las realmente?
 
Mesmo sabendo que existe uma oportunidade grande no mercado, todo empreendedor precisa checar se possui simpatia com esta oportunidade.
 
Uma pessoa avessa à tecnologia, por exemplo, se sentiria super desconfortável para vender equipamentos eletrônicos ou simplesmente explicar a outra pessoa como usar o celular.
 
Você precisa se certificar que seus gostos pessoais estão alinhados com a oportunidade de negócio que você vislumbrou. Cheque esse quesito e, se tiver simpatia pela oportunidade, investigue se ela realmente é uma oportunidade.
 
Como assim, saber se ela é realmente uma oportunidade?
 
Já perdi a conta de quantas vezes eu e meus amigos empreendedores tivemos ideias “brilhantes” que não deslancharam.
 
Muitas das vezes, nós nos debruçamos horas a fio para construção de um negócio que simplesmente não vendeu apesar de ter sido criado sobre uma oportunidade “incrível” de mercado.
 
Para evitar isso, sugiro que antes de você investir seu tempo e dinheiro, valide a sua ideia de negócio.
 
Validar uma ideia é saber se ela vende, ou seja, se as pessoas que estão interessadas na sua solução, realmente compram.
 
Esse é um dos princípios básicos da metodologia de criação de negócios do zero que desenvolvi, pois sem essa validação, o resultado para a vida do empreendedor pode ser desastroso, tanto pessoal quanto profissionalmente.
 
Afinal, você já se imaginou investindo horas do seu dia, durante vários dias, e seu dinheiro para implementar um negócio “ótimo”, mas que não vende?
 
Se as vendas não acontecem, o empreendedor geralmente acaba contraindo dívidas ao invés de lucro e prorroga o seu sonho de empreender por mais alguns meses ou anos, dependendo do rombo que a falha na implementação dessa ideia causou.
 
Fique atento para só partir para a ação, investindo um pouco mais de dinheiro e tempo, somente depois de se certificar que dez ou vinte pessoas compraram a sua ideia, mesmo que embrionária.
 
Uma das estratégias para fazer isso, é transformar um produto (software, curso, etc.) em serviço e formatá-lo enquanto atende seus clientes um a um, mesmo pessoalmente.
 
 
 

Estoure o espumante e parta para a expansão

 
Ter um sistema que funcione deve ser o principal objetivo do empreendedor.
 
Depois que validou a sua ideia e já conseguiu rentabilizar a sua solução com alguns poucos clientes, é hora de dar entrada no CNPJ da empresa consultando sempre um contador e partir para o seu plano de expansão construindo um sistema.
 
Não estou falando de sistema como um software, mas um sistema de trabalho.
 
Inicialmente você acabará fazendo de tudo dentro da empresa, desde as vendas, até ir no cartório autenticar um documento ou conversar com o gerente do seu banco, mas desde o início você pode estabelecer papéis dentro da sua empresa para construir um sistema de comunicação entre esses papéis.
 
Entender e sistematizar a maneira como as vendas ocorrem, como os clientes tem acesso a sua solução e como você aponta os rendimentos no seu fluxo de caixa.
 
Tudo isso deve estar sistematizado de uma forma bem organizada para que não haja ruídos durante o crescimento da sua empresa.
 
Afinal, você já possui alguns poucos clientes e será o desenvolvimento e aprimoramento do seu sistema de trabalho que fará o seu negócio prosperar.
 
Assim, com um sistema, você poderá futuramente contratar uma pessoa para ficar no papel de vendedora, outra para atuar no papel do financeiro e alguém para cuidar do seu departamento pessoal.
 
Dependendo do sistema que você implementar e do alcance potencial do seu negócio, sua empresa crescerá de forma organizada e constante, pois cada um dos pontos do seu negócio estará sendo melhorado constantemente por você para ajudar cada vez mais pessoas com a entrega da sua solução.
 
É claro que existe muito mais assunto para ser falado em relação a cada um dos tópicos citados acima, mas se você compreendeu o que é um empreendedor e uma empresa e por conseguinte, percebeu que precisa de um bom problema para resolver, gerar uma ideia e validá-la, já tem a faca e o queijo na mão.
 
Concentre-se nisso e encare esse processo de criação de negócios como um exercício, sem muitas expectativas.
 
É como aprender a andar de bicicleta. No início é difícil aprender a coordenar todos os movimentos do corpo com o equilíbrio certo, mas depois que se aprende, nosso corpo nem pensa mais no que está fazendo.
 
 
 

Projeto Negócio do Zero

Depois de 20 anos empreendendo (me sentindo velho), acabei desenvolvendo uma metodologia própria para criação de negócios com poucos recursos de tempo e dinheiro com base nesta minha experiência como empreendedor e nas tantas viagens de carro que já fiz.
 
Como adoro viajar de carro e empreender, uni o útil ao agradável e criei um método que atualmente me permite implementar negócio após negócio com bastante sucesso gastando pouco do meu tempo e dinheiro.
 
Tudo isso, compartilhado com outros empreendedores através do projeto Negócio do Zero.
 
Além de descrever o método, também tiro dúvidas por lá dos membros sobre Contabilidade, Direito e Finanças e apresento estudos de caso com outros empreendedores de seus negócios no mundo digital ou real.
 
O problema que eu encontrei foram pessoas querendo empreender, mas sem conhecimento e educação suficientes que me fizeram investir desde 2008 em artigos no blog e cursos sobre o tema compartilhando a minha experiência nesta área.
 
Caso tenha interesse em conhecer o projeto, clique aqui.
 
Agora eu te pergunto: qual é o problema que você sente que precisa solucionar para os outros?
 
 
 
 
Marcos Rezende, é empreendedor, fundador do Insistimento e orientador de carreira para empreendedores.
 
 
fonte: Quero ficar rico - Educação Financeira
 
 
 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

COMO CONVERTER CRUZADOS EM REAIS?

MODELO DE CARTA DE APRESENTAÇÃO (EMPRESARIAL)

Como tirar o registro profissional(Mtb) - Jornalistas