SETOR EM CRESCIMENTO



Hotelaria do País está em franca expansão

 

Grupos hoteleiros planejam novos empreendimentos, de olho na Copa e em eventos como congressos e shows

 
Brasil Econômico - Érica Ribeiro | - Atualizada às    
Brasil Econômico
 
 
O setor hoteleiro teve o que comemorar em 2013 e deve seguir o mesmo ritmo neste e nos próximos anos no Brasil. É por aqui que grandes redes estão investindo, impulsionadas pelos grandes eventos esportivos e também por congressos, convenções, shows internacionais, sem contar a demanda natural do turismo.
 
De acordo com levantamento feito com apoio do Ministério do Turismo, a previsão é que o país inaugure pelo menos 422 novos empreendimentos de hospedagem até 2016, com incremento de 70.531 quartos no parque hoteleiro nacional.
 
 
AE
No ano que vem será inaugurado, no Rio de Janeiro, o primeiro empreendimento de design da rede Blue Tree Hotels, de Chieko Aoki
 
 
Entre as redes que estão com disposição para investir aqui está a Atlantica Hotels. No final de outubro do ano passado, a empresa anunciou que adicionará 81 novos hotéis até 2017. Com os novos endereços, somados às atuais 80 unidades, a bandeira ultrapassará a marca de 160 unidades em operação no país. Hoje, a Atlantica é a segunda maior rede de hotéis do Brasil, atrás apenas da Accor em número de empreendimentos.
 
Serão 15 novas cidades atendidas e 56 destinos no país. Rafael Guaspari, vice-presidente Sênior de Desenvolvimento diz que a rede mira destinos secundários e carentes de produtos hoteleiros que agradem a viajantes de negócios que buscam hospedagem com padrão internacional. No primeiro semestre de 2013, a rede confirmou a assinatura de 23 acordos comerciais e abriu dois hotéis, o Quality Hotel Petrolina e o Go Inn Estação Goiânia. No segundo semestre, inaugurou o Radisson Porto Alegre e Clarion Hotel Brasília. Para este ano já estão confirmados mais 11 empreendimentos, além do Radisson Barra, no Rio de Janeiro.
 
Até setembro do ano passado, dados mais recentes do balanço da empresa, o crescimento da rede em relação a 2012 já era de 9%, com um volume de negócios em torno de R$ 504,1 milhões.
 
Outro grupo que anunciou no final do ano mais um hotel no Brasil, precisamente no Rio, foi a Blue Tree Hotels.
 
Uma parceria com a Construtora Calper viabilizou a administração de um hotel na cidade.
 
Com inauguração prevista para 2015, este será o primeiro empreendimento de design da rede de Chieko Aoki.
 
Será no Recreio dos Bandeirantes e terá 279 apartamentos. É o quarto empreendimento da bandeira no estado, onde também estão localizadas unidades nas cidades de Macaé, com o Blue Tree Towers Macaé e o Blue Tree Premium Nexus Macaé, que será inaugurado em 2016, e Búzios, com o Blue Tree Park Búzios Beach Resort.
 
Até 2016, a Blue Tree Hotels passará a oferecer 1.082 apartamentos apenas no estado do Rio.
 
Unidades em Alphaville (SP), Bauru (SP), Belo Horizonte (MG), Itajaí (SC), Macaé (RJ), Ribeirão Preto (SP), São Carlos (SP), Valinhos (SP) e Votorantim (SP), todas com abertura prevista para até 2016, também fazem parte do plano de crescimento do grupo.
 
 
 
 
 
A Rede Bristol Hotéis & Resorts também tem planos de crescimento para 2014, que incluem receitas em torno de R$ 87 milhões e taxa de ocupação de 77,3%.
 
Segundo Mario Siegrist, gerente administrativo da rede, a Bristol — hoje com 13 hotéis em cidades como Curitiba (PR), Londrina (PR), Maringá (PR), Guarulhos (SP), São Paulo (SP), Campo Grande (MS), Fortaleza (CE) e João Pessoa (PB)—, quer chegar a 2015 com seis novas unidades — localizadas em Apucarana (PR), Belo Horizonte (MG), Juazeiro do Norte (CE), Maracanaú (CE) e São Paulo (SP).
 
 
 
FONTE: IG ECONOMIA

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

COMO CONVERTER CRUZADOS EM REAIS?

MODELO DE CARTA DE APRESENTAÇÃO (EMPRESARIAL)

Como tirar o registro profissional(Mtb) - Jornalistas