COMPRA DE ROUPAS VIA INTERNET




iStock
 

Manual de como comprar roupas pela internet sem ciladas

Especialista em internet e comércio internacional dá dicas para evitar roubadas na web  Blog Tá na Moda soluciona dúvidas sobre pagamento e tempo de espera » 
 
 
FONTE: YAHOO
 
 
 
 
Tá Na Moda

Negócio da China:

como comprar roupas em

 sites chineses sem cair em ciladas

 
 
 
 
 
 
 
Thinkstock


Outro dia, numa festa, um amigo me chamou para mostrar as fotos de alguns vestidos que havia comprado para a esposa. Aprovei as escolhas, cumprimentei seu bom gosto, e ele então me mostrou os preços: 20 dólares, 30 no máximo. Quase caí de costas! E assim fui apresentada aos novos templos de consumo que viraram mania mundo afora, inclusive no Brasil: os sites chineses.  

Antes de ir adiante, que fique claro: tenho muitas reticências a respeito do modo de produção chinês e não sou a favor do "barato a qualquer preço". Pelo contrário: creio que quando o preço é baixo graças a exploração da mão de obra o valor torna-se caro demais. Sem contar o quesito qualidade: o valor da peça diluído pelo número de vezes que a usamos e por sua durabilidade é que vai dizer se a peça foi cara ou barata. Preço baixo nem sempre é sinônimo de vantagem.

Ressalva feita, vamos adiante: a terceirização de produção para a China é fato, vide as etiquetas das roupas. E o fenômeno de compras diretamente dos fornecedores chineses por consumidores também. Resolvi testar: comprei  2 calças de moletom e 1 conjunto para os meus filhos. Paguei cerca de 15 dólares cada. Resultado: as encomendas chegaram quase 2 meses depois, parecidas sim como a das fotos, mas cheia de detalhes que denotam a falta de qualidade: costuras tortas ou repuxadas, a manga da blusa pregada com defeito -- coisas que não passam despercebidas até mesmo para quem não é tão ligado em moda.

Como a maioria dos sites funciona no estilo da Amazon ou Mercado Livre, ou seja, você precisa escolher bem o fornecedor, pode ser que não dei sorte. Mas a minha pequena experiência não compensou: compraria similares de marcas nacionais por valores próximos e teria produtos certamente de maior qualidade.
 

 
Negócio da China: como comprar roupas em sites chineses sem cair em ciladas
 
Ciente do fenômeno dos sites chineses e a adesão brasileira, pedi ao expert em internet e comércio internacional Daniel Magalhães, CEO da Agência Digital YPB, algumas dicas para evitar roubadas na hora das compras. 
 
Tome nota e lembre-se da minha dica: nem sempre o menor preço é a melhor opção!

1. Pesquisa - Pesquise bastante no próprio site, não vá comprando logo de primeira. Geralmente estes sites tem milhares de fornecedores, e os preços podem variar até 500%. E claro, a qualidade também varia muito, portanto pesquise no site, antes de fechar.


2. Avaliação do fornecedor - Ainda quando o assunto é escolha do fornecedor, valem algumas dicas:
- Veja quantas vendas este fornecedor já efetuou via site, desta forma saberá se trata-se de um iniciante por ali, ou um fornecedor mais experiente;

- Atente também, além das notas de avaliações, para os comentários de pessoas que compraram, o que ajudará a certificar-se sobre sua decisão.


3. Prazo de entrega - Tenha paciência quanto ao prazo de entrega, pode variar de 20 até 60 dias, em média. Isso para os fretes gratuitos. Se você quiser um serviço mais rápido, existem sites que oferecem opções de fornecedores de fretes expressos, neste caso, o serviço é pago. Mas o produto poderá chegar mais rápido.


4. Taxas e Impostos - Lembre-se, existem regras de importação de mercadorias para o Brasil, desta forma, se o valor exceder o permitido com isenção, você deverá pagar o imposto devido no momento do recebimento da mercadoria no Brasil.


5. Cuidado com as roupas e acessórios de marca, geralmente são réplicas (ou, falsas!) Portanto o ideal é investir em produtos de qualidade, mas não necessariamente de marca, pois as grandes marcas tem seus canais exclusivos de distribuição na internet e dificilmente utilizam estes sites para vender


6. Guarde os emails de confirmação de sua compra, e se possível, dê um print das telas de confirmação do próprio site no momento das compras. Isso ajudará comprovar sua compra, na eventualidade de sua mercadoria não chegarão Brasil. E neste caso, os sites sérios, possuem um bom atendimento ao cliente, e certamente você será reembolsado no cartão de crédito.


7. Não existe somente o www.aliexpress.com, apesar de ser o maior! Tem também: www.lightinthebox.com, www.dealextreme.com, www.romwe.com, www.milanoo.com, www.dressale.com, entre outros... E se já tiver experiências positivas ou negativas nesses sites citados ou outros, compartilhe nos comentários. 


Leia também:
10 lições inspiradoras de grandes mestres da moda
5 dicas para escolher o vestido preto ideal
10 erros de moda festa 




FONTE: TÁ NA MODA - YAHOO        
 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

COMO CONVERTER CRUZADOS EM REAIS?

MODELO DE CARTA DE APRESENTAÇÃO (EMPRESARIAL)

Como tirar o registro profissional(Mtb) - Jornalistas