ACARAJÉ ESTÁ EM CANA !!




De volta à terra do acarajé: 

João Santana e esposa 

se entregam



JOO SANTANA


Alvo da 23ª fase da Operação Lava Jato, o marqueteiro das campanhas da presidenteDilma Rousseff e do ex-presidente Lula, João Santana, e a mulher e sócia Mônica Moura, se entregaram nesta terça-feira (23) à Polícia Federal.
Santana veio direto de Punta Cana, na República Dominicana, onde trabalhava na campanha de reeleição do presidente Danilo Medina, e desembarcou no aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, por volta das 9h25.
Segundo a PF, o publicitário seguiu direto para Curitiba em aeronave da própria Polícia. De acordo com relatos de passageiros que viajaram no mesmo avião que Santana, o publicitário desembarcou depois de todos, entrou em uma van com a mulher Mônica Moura e uma terceira pessoa e os três seguiram para a aeronave da PF.
Ele é investigado pelo suposto recebimento ilegal de cerca de US$ 7 milhões pela Odebrecht em contas no exterior. O marqueteiro nega as acusações.
Na segunda-feira (22), a defesa do casal informou que eles retornariam. Em uma carta, Santana disse que o País vive clima de “perseguição”.
Imediatamente Santana se desligou da campanha de Medina. Em um comunicado oficial, ele alegou que as acusações são infundadas.
"Me dirijo a vocês, porque, como ficaram sabendo também pelos meios de comunicação, acordei esta manhâ com a notícia de que meu nome está sendo ligado a uma suposta trama relacionada com o financiamento de campanhas políticas no Brasil. (…) Conhecendo o clima de perseguição que se vive hoje em dia no meu país, não posso dizer que me pegou completamente de surpresa, mas ainda sim é difícil acreditar."
O marqueteiro tem uma carreira de sucesso na América Latina com partidos de esquerdas. Ele ajudou a eleger Mauricio Funes, em El Salvador, em 2009, Hugo Chávez, na Venezuela, em 2012, além de Danilo Medina e Nicolás Maduro, em 2013. Ele também foi um dos responsáveis pela vitória de José Eduardo Santos, na Angola.
Confira a íntegra do comunicado do marqueteiro:
"Aos cuidados do Comitê Nacional de Campanha do Partido de La Liberacion Dominicana (PLD)
Me dirijo aos senhores porque, como souberam também pelos meios de comunicação, acordei esta manhã com a notícia de que meu nome está sendo ligado a um suposto esquema relacionado ao financiamento de campanhas políticas no Brasil.
Conhecendo o clima de perseguição que se vive hoje no meu país, não posso dizer que fui pego completamente de surpresa, mas ainda assim é difícil de acreditar.
Dadas as circunstâncias, solicito a este Comitê de Campanha me desligar, em caráter imediato, da campanha em curso na República Dominicana.
Isto vai me permitir voltar ao Brasil para me defender das acusações infundadas das quais estou sendo objeto.
Cabe assinalar que, desde a semana passada, coloquei-me à disposição das autoridades do Brasil para esclarecer qualquer especulação e que facilitarei toda a informação necessária para deixar estabelecida a verdade dos fatos, para além de toda a dúvida.
Mesmo assim, considero que esta é a melhor decisão para não afetar, de maneira alguma, os interesses do PLD nesta campanha eleitoral.
Agradeço a confiança depositada pelos senhores no meu trabalho e tenho a certeza de que os próximos comícios ratificarão a vitória do presidente e candidato Danilo Medina e do PLD, para o bem do povo dominicano.
Sem mais o que informar, despeço-me atenciosamente,
João Santana."
*Com informações do Estadão Conteúdo


FONTE:

 |  De


Publicado: Atualizado: 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

COMO CONVERTER CRUZADOS EM REAIS?

MODELO DE CARTA DE APRESENTAÇÃO (EMPRESARIAL)

Como tirar o registro profissional(Mtb) - Jornalistas