VEJA: MUDANÇAS SIMPLES QUE FAZEM ECONOMIZAR JÁ !



Use a psicologia da 

formação de hábitos 

para guardar dinheiro


Existem bons livros sobre formação de hábitos ou abandono de maus hábitos. Os piores livros costumam ser na verdade autoajuda disfarçada de ciência; os bons costumam ter uma boa quantidade de pesquisa científica para ajudar nos argumentos.



Existem bons livros sobre formação de hábitos ou abandono de maus hábitos. Os piores livros costumam ser na verdade autoajuda disfarçada de ciência; os bons costumam ter uma boa quantidade de pesquisa científica para ajudar nos argumentos. 
Com base no segundo tipo de livro, garimpamos alguns dos melhores insights sobre a formação de hábitos e aplicamos alguns dos conselhos às finanças pessoais.
Confira no passo-a-passo como você pode mudar de hábitos. (Imagem: Thinkstock)

Um objetivo ajuda; um sistema funciona. Ter um objetivo é bom, mas ele não pode ser a única coisa que te faz guardar dinheiro. Se for, assim que você conseguir realizar o seu objetivo, vai abandonar o hábito que te fez economizar em primeiro lugar. É como academia: se você começa a fazer exercício pra perder aqueles quilinhos, assim que chegar no peso desejado tende a diminuir a frequência. Contra isso, o ideal é pensar em um sistema que consista em guardar um percentual do seu dinheiro, sem ter um prazo definido.(Pixabay/Unsplash)
Um objetivo ajuda; um sistema funciona. Ter um objetivo é bom, mas ele não pode ser a única coisa que te faz guardar dinheiro. Se for, assim que você conseguir realizar o seu objetivo, vai abandonar o hábito que te fez economizar em primeiro lugar. É como academia: se você começa a fazer exercício pra perder aqueles quilinhos, assim que chegar no peso desejado tende a diminuir a frequência. Contra isso, o ideal é pensar em um sistema que consista em guardar um percentual do seu dinheiro, sem ter um prazo definido.(Pixabay/Unsplash)

Em vez da força de vontade, crie uma rotina. Depender de força de vontade pra guardar dinheiro não é uma boa, porque força de vontade não dá pra controlar. Já criar uma rotina, sim. Se você estabelecer que, assim que cair seu salário, vai guardar um valor pré-definido na poupança, isso é uma rotina. A partir disso, é só mantê-la, sem parar pra pensar muito no que está fazendo. (Pixabay/skeeze)

Em vez da força de vontade, crie uma rotina. Depender de força de vontade pra guardar dinheiro não é uma boa, porque força de vontade não dá pra controlar. Já criar uma rotina, sim. Se você estabelecer que, assim que cair seu salário, vai guardar um valor pré-definido na poupança, isso é uma rotina. A partir disso, é só mantê-la, sem parar pra pensar muito no que está fazendo. (Pixabay/skeeze)
Facilite as coisas pra você. Não adianta botar a régua lá em cima quando você se conhece e sabe que haverá dificuldades. Seja realista e reconheça para si mesmo quanto exatamente você consegue guardar e quanto quer ter para gastar durante o mês. É melhor ter essa conversa com você mesmo antes de criar o hábito para evitar frustrações. (Pixabay/Unsplash)
Facilite as coisas pra você. Não adianta botar a régua lá em cima quando você se conhece e sabe que haverá dificuldades. Seja realista e reconheça para si mesmo quanto exatamente você consegue guardar e quanto quer ter para gastar durante o mês. É melhor ter essa conversa com você mesmo antes de criar o hábito para evitar frustrações. (Pixabay/Unsplash)
Escreva para continuar motivado. Estudos indicam que pessoas que escrevem que vão fazer X minutos de academia por semana, por menor que seja esse tempo, tendem a desistir menos dos exercícios do que pessoas que simplesmente querem se exercitar mais. Há algo em nosso cérebro que associa o ato de botar a decisão no papel com um comprometimento maior. Aplique isso às suas finanças e escreva quanto você quer juntar toda semana. (Pixabay/StartupStockPhotos)
Escreva para continuar motivado. Estudos indicam que pessoas que escrevem que vão fazer X minutos de academia por semana, por menor que seja esse tempo, tendem a desistir menos dos exercícios do que pessoas que simplesmente querem se exercitar mais. Há algo em nosso cérebro que associa o ato de botar a decisão no papel com um comprometimento maior. Aplique isso às suas finanças e escreva quanto você quer juntar toda semana. (Pixabay/StartupStockPhotos)

Imagine você no futuro. Se tudo de repente parecer difícil, uma estratégia é pensar em como você se vê daqui a alguns anos. Qual é a sua autoimagem, a de alguém que ainda tem dificuldades para equilibrar as contas, ou de alguém bem-resolvido financeiramente? Vale se projetar no futuro sempre que o presente ficar complicado. (Pixabay/AlexasPhotos)

Imagine você no futuro. Se tudo de repente parecer difícil, uma estratégia é pensar em como você se vê daqui a alguns anos. Qual é a sua autoimagem, a de alguém que ainda tem dificuldades para equilibrar as contas, ou de alguém bem-resolvido financeiramente? Vale se projetar no futuro sempre que o presente ficar complicado. (Pixabay/AlexasPhotos)





FONTE:
Yahoo Notícias

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

COMO CONVERTER CRUZADOS EM REAIS?

MODELO DE CARTA DE APRESENTAÇÃO (EMPRESARIAL)

Como tirar o registro profissional(Mtb) - Jornalistas