ORÇAMENTO DA UNIÃO 2016




Aumento de impostos 
só em último caso, 
diz Meirelles


“Para voltarmos a crescer é necessário não sobrecarregar a sociedade com impostos”, disse Meirelles (Wilson Dias/Agência Brasil)

© Fornecido por Empiricus Consultoria e Negócios Ltda. 
“Para voltarmos a crescer é necessário não sobrecarregar a sociedade com impostos”, 
disse Meirelles (Wilson Dias/Agência Brasil)


SÃO PAULO – As medidas econômicas para ajustes das contas públicas e retomada do crescimento apresentadas pelo governo nesta terça-feira (24) não contemplam, por enquanto, aumento de impostos. 

Em um primeiro momento não estamos contemplando aumento de impostos. Pode haver diminuição de subsídios, em alguns casos de receita e em outros casos uma recomposição de receitas”, disse o ministro da Fazenda Henrique Meirelles em coletiva de imprensa.

No entanto, a elevação de impostos ainda não está totalmente descartada. 
Em último caso em algum momento pode se temporariamente estabelecer e propor algum impacto, se for necessário”, disse Meirelles.
O ministro explicou que qualquer eventual aumento de impostos deve levar em consideração que a carga tributária brasileira já está em nível elevado. 
Para voltarmos a crescer é necessário não sobrecarregar a sociedade com impostos”, disse.




FONTE:

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

COMO CONVERTER CRUZADOS EM REAIS?

MODELO DE CARTA DE APRESENTAÇÃO (EMPRESARIAL)

O QUE É CONTAINER REEFER?