CONFIRA: O QUE NUNCA FAZER COM SEU DINHEIRO




7 sinais de que 

seus investimentos 

estão no caminho errado



Reprodução



SÃO PAULO – Investir é uma ótima forma de ampliar seu capital sem que seja necessário muito esforço. 

Para isso, porém, é necessário conhecimento, acompanhamento e metas definidas, de modo a evitar possíveis perdas e escolhas errôneas. 

O planejador financeiro João Augusto de Acar Pedro, certificado pelo IBCPF, 

listou 7 sinais que mostram que talvez você esteja no caminho errado quando o assunto são seus investimentos:



1- Você deixa o seu dinheiro parado
Deixar o dinheiro em uma conta corrente ou em casa faz com que ele perca valor ao longo do tempo, visto que não está rendendo de nenhuma forma. Para que você possa utiliza-lo no futuro, não o deixe parado, invista e faça com que ele trabalhe por você.


2- Os seus investimentos têm retorno inferior à inflação ou ao benchmark
Esse é um sinal de que os produtos investidos estão errados e que você precisa modifica-los antes que perca ainda mais dinheiro. Para avaliar se o investimento está realmente perdendo para a inflação, visualize uma janela de no mínimo 12 meses.


3- Você investe em produtos que sorteiam prêmios
Esses produtos são aqueles vendidos como investimentos, mas que na verdade não são, ou seja, não oferecem rentabilidade alguma - caso mais comum são os títulos de capitalização. Com estes títulos você geralmente tem um retorno menor do que na caderneta de poupança e se precisar do dinheiro antes do vencimento vai perder uma boa parte daquilo que "investiu".


4- Você não diversifica seus investimentos
A preocupação em diversificar seus  investimentos deve acontecer desde o início de sua atuação como investidor. Isso não significa compor uma carteira com ativos de renda variável e renda fixa, mas também, diversificar dentro de uma mesma classe de ativos. Nesse caso, diversificar dentro da renda fixa seria, por exemplo, investir em um CDB atrelado ao CDI e outro atrelado à inflação.


5- Seus investimentos não possuem liquidez
A liquidez pode proporcionar uma alocação interessante em momentos adversos. Manter parte dos investimentos em ativos líquidos é importante, principalmente devido às mudanças de cenário enfrentadas no Brasil. Um "colchão de liquidez" vai garantir suas despesas em caso de algum imprevisto.


6- Você investe sem objetivos definidos
Estabelecer metas para o seu dinheiro é fundamental para que você obtenha o máximo de retorno de acordo com o risco que está disposto a enfrentar. Ter objetivos, tanto a curto como a longo prazo, faz com que sejamos mais exigentes com o nosso dinheiro e prestemos mais atenção onde estamos alocando nossos recursos. Investir sem ter um norte é um erro desde o início.


7- Você não rebalanceia sua carteira de investimentos
É preciso acompanhar os seus investimentos a cada 6 meses, dependendo dos produtos investidos. Os nossos objetivos mudam ao longo do tempo e, portanto, as nossas estratégias precisam se adequar às novas demandas. Como os investimentos precisam acompanhar as fases da vida, na época da aposentadoria o rebalanceamento fará com que a carteira fique mais conservadora e líquida, de modo a cobrir eventuais gastos de um período que praticamente não há outra fonte de renda.

Leia também:
O método do editor-chefe do InfoMoney para economizar (funcionou até quando ele ganhava R$ 1.300/mês)
Baixe um pacote de planilhas financeiras gratuitas
Quer saber se você está investindo bem? Faça uma simulação

fonte:
InfoMoney

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

COMO CONVERTER CRUZADOS EM REAIS?

MODELO DE CARTA DE APRESENTAÇÃO (EMPRESARIAL)

Como tirar o registro profissional(Mtb) - Jornalistas